Devido à tragédia climática no RS, os prazos de entrega poderão ser afetados.
Liturgia diária

Liturgia Diária | 16/04/24

Acompanhe a liturgia do dia 16 de abril de 2024, com texto e comentários patrísticos da Bíblia da Minha Biblioteca Católica.

Liturgia Diária | 16/04/24
Liturgia diária

Liturgia Diária | 16/04/24

Acompanhe a liturgia do dia 16 de abril de 2024, com texto e comentários patrísticos da Bíblia da Minha Biblioteca Católica.

Data da Publicação: 16/04/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação Minha Biblioteca Católica
Data da Publicação: 16/04/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação Minha Biblioteca Católica

Terça-feira da Semana III da Páscoa do tempo comum.

Oração da manhã

“Inspirai, Senhor, as nossas ações e ajudai-nos a realizá-las, para que em Vós comece e termine tudo aquilo que fizermos. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.” 1

Primeira leitura

Leitura dos Atos dos Apóstolos 7,51-8,1a

51 Homens de cerviz dura, e incircuncisos de coração e ouvidos, vós resistis sempre ao Espírito Santo: assim como vossos pais, assim vós também!

52 A qual dos profetas não perseguiram os vossos pais? Mataram até os que prediziam a vinda do Justo, do qual vós agora fostes traidores e homicidas; 

53 vós, que recebestes a lei por ministério dos anjos, e não a guardastes.” 

54 Ao ouvir tais palavras, enraiveciam-se nos seus corações e rangiam os dentes contra ele. 

55 Mas, como ele estava cheio do Espírito Santo, olhando para o céu, viu a glória de Deus e Jesus, que estava em pé à direita de Deus. E disse: “Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do Homem, em pé, à mão direita de Deus”. 

56 Então eles, levantando um grande clamor, taparam os ouvidos e todos juntos arremeteram contra ele com fúria.

57 Lançando-o fora da cidade, apedrejaram-no, e as testemunhas depuseram as suas vestes aos pés de um jovem, que se chamava Saulo. 

58 E enquanto apedrejavam Estêvão, ele orava e dizia: “Senhor Jesus, recebe o meu espírito”. 

59 E, posto de joelhos, clamou em voz alta, dizendo: “Senhor, não lhes imputes este pecado”. Tendo dito isto, adormeceu no Senhor. E Saulo era cúmplice na sua morte.

8,1a Naquele dia, pois, levantou-se uma grande perseguição contra a Igreja que estava em Jerusalém, e todos se dispersaram pelas províncias da Judeia e da Samaria, exceto os Apóstolos.

Salmo

Sl 30(31),3cd-4.6ab e 7b e 8a.17 e 21ab (R. 6a)

R: Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito.

3c Sê para mim um Deus protetor

d e uma casa de refúgio para me pores a salvo.

4 Porque tu és a minha fortaleza e o meu refúgio,

por causa do teu nome me conduzirás e sustentarás.R

6a Nas tuas mãos encomendo o meu espírito;

b tu me remiste, Senhor Deus da verdade.

7b eu, porém, esperei no Senhor.

8a Regozijar-me-ei e alegrar-me-ei na tua misericórdia.R

17 Resplandeça o teu rosto sobre o teu servo,

salva-me pela tua misericórdia.

21a Tu os esconderás no secreto da tua face

b contra o tumulto dos homens.R

Evangelho

João 6, 30-35

30 Mas eles disseram-lhe: “Que milagre fazes tu, para que o vejamos e acreditemos em ti? Que obra fazes? 

31 Nossos pais comeram o maná no deserto, segundo está escrito: Deu-lhes a comer o pão do céu”. 

32 E Jesus respondeu-lhes: “Em verdade, em verdade vos digo: Moisés não vos deu

o pão do céu, mas meu Pai é que vos dá o verdadeiro pão do céu. 

33 Porque o pão de Deus é o que desceu do céu, e dá a vida ao mundo”.

34 Eles então disseram-lhe: “Senhor, dá-nos sempre deste pão”. Jesus é o pão da vida35 E Jesus disse-lhes: “Eu sou o pão da vida; o que vem a mim não terá jamais fome, e o que crê em mim não terá jamais sede.

Comentário Patrístico

6,32. Agostinho: Como dizendo: “Aquele maná representava a comida da qual acabo de falar, e todas aquelas coisas eram figuras de mim. Amais as figuras, mas desprezais o que elas significam”. Com efeito, Deus dá o pão que era representado pelo maná, a saber, o próprio Senhor Jesus Cristo.

Santo do dia

Os dezoito mártires de Saragoça e Santa Engrácia
16 de abril

Santo Optato e outros dezessete santos receberam a coroa do martírio no mesmo dia, em Saragoça, sob o cruel governador Daciano, durante a perseguição de Diocleciano, em 304. Dois outros, Caio e Cremêncio, morreram vítimas de tortura após um segundo conflito. A Igreja também celebra neste dia o triunfo da Virgem Santa Engrácia. 2

Outros santos do dia: São Turíbio de Astorga, São Frutuoso de Braga, São Magno de Órcades e São Calisto de Corinto.

Referências

  1. Devocionário a São José, página 33.[]
  2. Butler, Alban. Vida dos Santos, 2021, p. 173.[]

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

    Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.

    Redação Minha Biblioteca Católica

    O maior clube de leitores católicos do Brasil.

    Terça-feira da Semana III da Páscoa do tempo comum.

    Oração da manhã

    “Inspirai, Senhor, as nossas ações e ajudai-nos a realizá-las, para que em Vós comece e termine tudo aquilo que fizermos. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.” 1

    Primeira leitura

    Leitura dos Atos dos Apóstolos 7,51-8,1a

    51 Homens de cerviz dura, e incircuncisos de coração e ouvidos, vós resistis sempre ao Espírito Santo: assim como vossos pais, assim vós também!

    52 A qual dos profetas não perseguiram os vossos pais? Mataram até os que prediziam a vinda do Justo, do qual vós agora fostes traidores e homicidas; 

    53 vós, que recebestes a lei por ministério dos anjos, e não a guardastes.” 

    54 Ao ouvir tais palavras, enraiveciam-se nos seus corações e rangiam os dentes contra ele. 

    55 Mas, como ele estava cheio do Espírito Santo, olhando para o céu, viu a glória de Deus e Jesus, que estava em pé à direita de Deus. E disse: “Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do Homem, em pé, à mão direita de Deus”. 

    56 Então eles, levantando um grande clamor, taparam os ouvidos e todos juntos arremeteram contra ele com fúria.

    57 Lançando-o fora da cidade, apedrejaram-no, e as testemunhas depuseram as suas vestes aos pés de um jovem, que se chamava Saulo. 

    58 E enquanto apedrejavam Estêvão, ele orava e dizia: “Senhor Jesus, recebe o meu espírito”. 

    59 E, posto de joelhos, clamou em voz alta, dizendo: “Senhor, não lhes imputes este pecado”. Tendo dito isto, adormeceu no Senhor. E Saulo era cúmplice na sua morte.

    8,1a Naquele dia, pois, levantou-se uma grande perseguição contra a Igreja que estava em Jerusalém, e todos se dispersaram pelas províncias da Judeia e da Samaria, exceto os Apóstolos.

    Salmo

    Sl 30(31),3cd-4.6ab e 7b e 8a.17 e 21ab (R. 6a)

    R: Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito.

    3c Sê para mim um Deus protetor

    d e uma casa de refúgio para me pores a salvo.

    4 Porque tu és a minha fortaleza e o meu refúgio,

    por causa do teu nome me conduzirás e sustentarás.R

    6a Nas tuas mãos encomendo o meu espírito;

    b tu me remiste, Senhor Deus da verdade.

    7b eu, porém, esperei no Senhor.

    8a Regozijar-me-ei e alegrar-me-ei na tua misericórdia.R

    17 Resplandeça o teu rosto sobre o teu servo,

    salva-me pela tua misericórdia.

    21a Tu os esconderás no secreto da tua face

    b contra o tumulto dos homens.R

    Evangelho

    João 6, 30-35

    30 Mas eles disseram-lhe: “Que milagre fazes tu, para que o vejamos e acreditemos em ti? Que obra fazes? 

    31 Nossos pais comeram o maná no deserto, segundo está escrito: Deu-lhes a comer o pão do céu”. 

    32 E Jesus respondeu-lhes: “Em verdade, em verdade vos digo: Moisés não vos deu

    o pão do céu, mas meu Pai é que vos dá o verdadeiro pão do céu. 

    33 Porque o pão de Deus é o que desceu do céu, e dá a vida ao mundo”.

    34 Eles então disseram-lhe: “Senhor, dá-nos sempre deste pão”. Jesus é o pão da vida35 E Jesus disse-lhes: “Eu sou o pão da vida; o que vem a mim não terá jamais fome, e o que crê em mim não terá jamais sede.

    Comentário Patrístico

    6,32. Agostinho: Como dizendo: “Aquele maná representava a comida da qual acabo de falar, e todas aquelas coisas eram figuras de mim. Amais as figuras, mas desprezais o que elas significam”. Com efeito, Deus dá o pão que era representado pelo maná, a saber, o próprio Senhor Jesus Cristo.

    Santo do dia

    Os dezoito mártires de Saragoça e Santa Engrácia
    16 de abril

    Santo Optato e outros dezessete santos receberam a coroa do martírio no mesmo dia, em Saragoça, sob o cruel governador Daciano, durante a perseguição de Diocleciano, em 304. Dois outros, Caio e Cremêncio, morreram vítimas de tortura após um segundo conflito. A Igreja também celebra neste dia o triunfo da Virgem Santa Engrácia. 2

    Outros santos do dia: São Turíbio de Astorga, São Frutuoso de Braga, São Magno de Órcades e São Calisto de Corinto.

    Referências

    1. Devocionário a São José, página 33.[]
    2. Butler, Alban. Vida dos Santos, 2021, p. 173.[]

    Redação Minha Biblioteca Católica

    O maior clube de leitores católicos do Brasil.

    Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

      Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.