Liturgia diária

Liturgia Diária | 25/05/24

Acompanhe a liturgia do dia 25 de maio de 2024, com texto e comentários patrísticos da Bíblia da Minha Biblioteca Católica.

Liturgia Diária | 25/05/24
Liturgia diária

Liturgia Diária | 25/05/24

Acompanhe a liturgia do dia 25 de maio de 2024, com texto e comentários patrísticos da Bíblia da Minha Biblioteca Católica.

Data da Publicação: 24/05/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação Minha Biblioteca Católica
Data da Publicação: 24/05/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação Minha Biblioteca Católica

Sábado, 7ª semana do Tempo Comum.

Oração da manhã

“Inspirai, Senhor, as nossas ações e ajudai-nos a realizá-las, para que em Vós comece e termine tudo aquilo que fizermos. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.” 1

Primeira leitura

Tiago 5,13-20

13 Está triste algum de vós? Ore. Está alegre? Cante louvores a Deus.

14 Está entre vós algum enfermo? Chame os presbíteros da Igreja, e façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor,

15 e a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o aliviará; e, se estiver com pecados, lhe serão perdoados. 

16 Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes salvos; porque a oração fervorosa do justo pode muito. 

17 Elias era um homem sujeito ao sofrimento como nós, e orou com instância para que não chovesse sobre a terra, e durante três anos e seis meses não choveu. 

18 Então orou de novo, e o céu deu chuva, e a terra deu o seu fruto. 

19 Meus irmãos, se algum de vós se extraviar da verdade, e algum outro o converter,

20 saiba que aquele que reconduzir um pecador do erro do seu caminho, salvará a alma dele da morte e cobrirá uma multidão de pecados.

Salmo

140,1-2.3.8 (R. 2a)

R: Suba direita a minha oração como incenso na tua presença!

1 Senhor, a ti clamei, ouve-me; atende à minha voz, quando eu clamar a ti.
2 Suba direita a minha oração como incenso na tua presença; seja a elevação das minhas mãos como o sacrifício vespertino. R.

3 Põe, Senhor, uma guarda à minha boca, e aos meus lábios uma porta que os feche.
8 Mas, Senhor, Senhor! Os meus olhos a ti se elevam. Em ti tenho esperado, não me tires a vida. R.

Evangelho

Marcos 10,13-16

13 E apresentavam-lhe umas crianças para que as tocasse; mas os discípulos ameaçavam os que os traziam.

14 Ao ver isto Jesus, ficou muito desgostoso e disse-lhes: “Deixai vir a mim as crianças, e não as impeçais, porque delas é o reino de Deus. 

15 Em verdade vos digo: todo aquele que não receber o reino de Deus como uma criança, não entrará nele”. 

16 E tomando-as em seus braços, impunha-lhes as mãos e as abençoava.

Comentário patrístico

10,13–16. Beda: Isto é, se não tiverdes uma inocência tal e uma puerilidade de alma como a dos pequeninos, não podereis entrar no reino dos céus. De outro modo: Ele ordena que recebamos como pequeninos o reino de Deus, isto é, a doutrina do Evangelho: pois, do mesmo modo que os pequenos, ao aprender, não contradizem os doutores, nem suas razões, nem elaboram discursos para resistir-lhes, mas fielmente recebem o que ensinam e, com medo, obedecem e aprendem, também nós devemos receber a palavra de Deus, obedecendo de modo simples e sem nenhuma objeção.

Santo do dia

Venerável Beda
25 de maio

Venerável Beda, o ilustre ornamento da Igreja anglo-saxônica e primeiro historiador inglês, foi consagrado a Deus aos sete anos de idade e confiado aos cuidados de S. Bento Biscop em Wearmouth. Tornou-se monge no convento de Jarrow, e ali treinou não menos do que 600 estudantes, atraídos por sua piedade, erudição e doce disposição. Aos labores do ensino e à estrita observância de sua regra, acrescentava longas horas de oração solitária e o estudo de cada ramo da ciência e da literatura da época. Sabia latim, grego e hebraico. No tratado que compilou para seus estudantes, o qual sobreviveu até nós, reuniu tudo o que o mundo havia então preservado nas áreas de história, cronologia, física, música, filosofia, poesia, aritmética e medicina. Recebia pouca ajuda, e durante seus anos finais sofreu constantes enfermidades; contudo trabalhou e orou até seus últimos momentos.2

Outros santos do dia: Santo Urbano I, São Dionísio de Milão, São Zenóbio e Santa Madalena Sofia Barat.


Referências

  1. Devocionário a São José, página 33.[]
  2. Butler, Alban. Vida dos Santos, 2021, p. 229-232.[]

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

    Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.

    Redação Minha Biblioteca Católica

    O maior clube de leitores católicos do Brasil.

    Garanta seu box

    Sábado, 7ª semana do Tempo Comum.

    Oração da manhã

    “Inspirai, Senhor, as nossas ações e ajudai-nos a realizá-las, para que em Vós comece e termine tudo aquilo que fizermos. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.” 1

    Primeira leitura

    Tiago 5,13-20

    13 Está triste algum de vós? Ore. Está alegre? Cante louvores a Deus.

    14 Está entre vós algum enfermo? Chame os presbíteros da Igreja, e façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor,

    15 e a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o aliviará; e, se estiver com pecados, lhe serão perdoados. 

    16 Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes salvos; porque a oração fervorosa do justo pode muito. 

    17 Elias era um homem sujeito ao sofrimento como nós, e orou com instância para que não chovesse sobre a terra, e durante três anos e seis meses não choveu. 

    18 Então orou de novo, e o céu deu chuva, e a terra deu o seu fruto. 

    19 Meus irmãos, se algum de vós se extraviar da verdade, e algum outro o converter,

    20 saiba que aquele que reconduzir um pecador do erro do seu caminho, salvará a alma dele da morte e cobrirá uma multidão de pecados.

    Salmo

    140,1-2.3.8 (R. 2a)

    R: Suba direita a minha oração como incenso na tua presença!

    1 Senhor, a ti clamei, ouve-me; atende à minha voz, quando eu clamar a ti.
    2 Suba direita a minha oração como incenso na tua presença; seja a elevação das minhas mãos como o sacrifício vespertino. R.

    3 Põe, Senhor, uma guarda à minha boca, e aos meus lábios uma porta que os feche.
    8 Mas, Senhor, Senhor! Os meus olhos a ti se elevam. Em ti tenho esperado, não me tires a vida. R.

    Evangelho

    Marcos 10,13-16

    13 E apresentavam-lhe umas crianças para que as tocasse; mas os discípulos ameaçavam os que os traziam.

    14 Ao ver isto Jesus, ficou muito desgostoso e disse-lhes: “Deixai vir a mim as crianças, e não as impeçais, porque delas é o reino de Deus. 

    15 Em verdade vos digo: todo aquele que não receber o reino de Deus como uma criança, não entrará nele”. 

    16 E tomando-as em seus braços, impunha-lhes as mãos e as abençoava.

    Comentário patrístico

    10,13–16. Beda: Isto é, se não tiverdes uma inocência tal e uma puerilidade de alma como a dos pequeninos, não podereis entrar no reino dos céus. De outro modo: Ele ordena que recebamos como pequeninos o reino de Deus, isto é, a doutrina do Evangelho: pois, do mesmo modo que os pequenos, ao aprender, não contradizem os doutores, nem suas razões, nem elaboram discursos para resistir-lhes, mas fielmente recebem o que ensinam e, com medo, obedecem e aprendem, também nós devemos receber a palavra de Deus, obedecendo de modo simples e sem nenhuma objeção.

    Santo do dia

    Venerável Beda
    25 de maio

    Venerável Beda, o ilustre ornamento da Igreja anglo-saxônica e primeiro historiador inglês, foi consagrado a Deus aos sete anos de idade e confiado aos cuidados de S. Bento Biscop em Wearmouth. Tornou-se monge no convento de Jarrow, e ali treinou não menos do que 600 estudantes, atraídos por sua piedade, erudição e doce disposição. Aos labores do ensino e à estrita observância de sua regra, acrescentava longas horas de oração solitária e o estudo de cada ramo da ciência e da literatura da época. Sabia latim, grego e hebraico. No tratado que compilou para seus estudantes, o qual sobreviveu até nós, reuniu tudo o que o mundo havia então preservado nas áreas de história, cronologia, física, música, filosofia, poesia, aritmética e medicina. Recebia pouca ajuda, e durante seus anos finais sofreu constantes enfermidades; contudo trabalhou e orou até seus últimos momentos.2

    Outros santos do dia: Santo Urbano I, São Dionísio de Milão, São Zenóbio e Santa Madalena Sofia Barat.


    Referências

    1. Devocionário a São José, página 33.[]
    2. Butler, Alban. Vida dos Santos, 2021, p. 229-232.[]

    Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

      Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.