Devido à tragédia climática no RS, os prazos de entrega poderão ser afetados.
Liturgia diária

Liturgia Diária | 28/04/24

Acompanhe a liturgia do dia 28 de abril de 2024, com texto e comentários patrísticos da Bíblia da Minha Biblioteca Católica.

Liturgia Diária | 28/04/24
Liturgia diária

Liturgia Diária | 28/04/24

Acompanhe a liturgia do dia 28 de abril de 2024, com texto e comentários patrísticos da Bíblia da Minha Biblioteca Católica.

Data da Publicação: 27/04/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação Minha Biblioteca Católica
Data da Publicação: 27/04/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação Minha Biblioteca Católica

Domingo da Semana V da Páscoa.

Oração da manhã

“Inspirai, Senhor, as nossas ações e ajudai-nos a realizá-las, para que em Vós comece e termine tudo aquilo que fizermos. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.” 1

Primeira leitura

Leitura dos Atos dos Apóstolos 9, 26-31

26 Depois que chegou a Jerusalém, procurava juntar-se com os discípulos, mas todos o temiam, não crendo que ele fosse discípulo. 

27 Então Barnabé, tomando-o consigo, o levou aos Apóstolos, e ele contou-lhes como tinha visto o Senhor no caminho, e que lhe tinha falado, e como em Damasco pregara corajosamente em nome de Jesus. 

28 E permaneceu com eles em Jerusalém, entrando e saindo, e pregando corajosamente em nome do Senhor. 

29 Falava também com os gentios e disputava com os gregos, mas eles procuravam matá-lo.

30 Tendo sabido isto os irmãos, acompanharam-no até Cesareia e o enviaram a Tarso. 

31 Tinha então paz a Igreja por toda a Judeia, Galileia e Samaria, e se edificava, caminhando no temor do Senhor, cheia da consolação do Espírito Santo.

Salmo

Sl 21(22),26b-27.28.30.31-32 (R. 26a)

R. A ti se dirigirá o meu louvor numa grande assembleia;

26b eu cumprirei os meus votos em presença dos que o temem.
27 Os pobres comerão e serão saciados, e os que buscam o Senhor o louvarão; os seus corações viverão pelos séculos dos séculos. R.

28 Lembrar-se-ão e converter-se-ão ao Senhor todos os limites da terra;
30 Comeram e adoraram-no todos os ricos da terra; diante dele se prostraram todos os mortais. R.

31 E a minha alma viverá para ele, e a minha descendência o servirá.

32 A geração que há de vir será anunciada ao Senhor, e os céus anunciarão a sua justiça ao povo que há de nascer e que o Senhor formou. R.

Segunda leitura

Leitura da Primeira Carta de São João 3,18-24

18 Meus filhinhos, não amemos de palavra e com a língua, mas por obra e em verdade. 

19 Por isto conhecemos que somos da verdade, e tranquilizaremos os nossos corações diante de Deus.

20 Porque, se o nosso coração nos condenar, Deus é maior do que o nosso coração e conhece todas as coisas. 

21 Caríssimos, se o nosso coração não nos condenar, tenhamos confiança diante de Deus,

22 e tudo o que lhe pedirmos, receberemos dele, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos o que é agradável a seus olhos. 

23 Este é o seu mandamento: Que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, como ele nos mandou.

24 Quem observa os seus mandamentos, está em Deus, e Deus nele; e, pelo Espírito que nos deu, sabemos que ele permanece em nós.

Evangelho

João 15,1-8

1“Eu sou a verdadeira videira, e meu Pai é o agricultor.

2 Todo o ramo que não der fruto em mim, ele a cortará, e todo o que der fruto, podá-la-á, para que dê mais abundante fruto. 

3 Vós já estais puros pela palavra que vos anunciei. 

4 Permanecei em mim, e eu [permanecerei] em vós. Como o ramo não pode de si mesmo

dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim. 

5 Eu sou a videira e vós os ramos. O que permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto, porque, sem mim, nada podeis fazer.

6 Se alguém não permanecer em mim, será lançado fora como o ramo, e secará; depois o recolherão e o lançarão no fogo, onde arderá.

7 Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será concedido. 

8 Nisto é glorificado meu Pai: que deis muito fruto e sejais meus discípulos.

Comentário Patrístico

15,1–3. Agostinho: Nosso Senhor usa esta imagem porque ele é a cabeça da Igreja, e nós, os membros dele, deste homem que é Jesus Cristo. Afinal, a videira e os ramos, ou sarmentos, são da mesma natureza. Porém, quando diz: “Eu sou a verdadeira videira”, por acaso acrescenta o adjetivo “verdadeira” em referência àquela videira da qual tira esta comparação? Ora, aqui, fala-se em videira por analogia, não em sentido próprio, da mesma maneira como, em outras passagens, é chamado de “cordeiro”, “ovelha”, e assim por diante, de modo que é mais próprio chamar de verdadeiras as coisas mesmas de onde são tiradas essas analogias. Mas, dizendo: “Eu sou a verdadeira videira”, distingue-se daquela à qual foi dito: “Como, pois, degeneraste para mim convertendo-te em vinha bastarda?” (Jr 2,21). Pois como pode ser verdadeira a videira da qual se esperava uva, mas deu espinhos? 2

Santo do dia

São Vital
28 de abril

 São Vital era cidadão de Milão, e dizem que teria sido pai de São Gervásio e São Protásio. A Divina Providência o conduziu até Ravena, onde viu um cristão chamado Ursicino, o qual, condenado a perder a cabeça pela fé e perplexo com a perspectiva da morte, dava mostras de que cederia à apostasia. Vital ficou extremamente comovido com tal espetáculo. Conhecia sua dupla obrigação de preferir a glória de Deus e a salvação eterna do próximo à sua própria vida mortal; por isso, com ousadia e bom êxito encorajou Ursicino a triunfar sobre a morte, e depois do martírio dele levou seu corpo embora e respeitosamente o sepultou. O juiz, de nome Paulino, sendo disso informado, mandou que prendessem Vital e o esticassem no cavalete e, após outras torturas, enterrassem-no vivo em um local chamado “A Palmeira”, em Ravena. Sua esposa, Valéria, ao retornar de Ravena para Milão, foi espancada até a morte pelos camponeses por ter se recusado a se juntar a eles em um motim e festival idólatra. 3

Outros santos do dia: Santa Gianna, São Polião, Santa Teodora e São Dídimo, São Cronano de Roscrea e São Cirilo de Turov.

Referências

  1. Devocionário a São José, página 33.[]
  2. Bíblia / tradução do Pe. Matos Soares a partir da Vulgata Clementina (1927-1932). — corr. e atual. — Dois Irmãos, RS : Minha Biblioteca Católica, 2023.[]
  3. Butler, Alban. Vida dos Santos, 2021, p. 187-188[]

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

    Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.

    Redação Minha Biblioteca Católica

    O maior clube de leitores católicos do Brasil.

    Domingo da Semana V da Páscoa.

    Oração da manhã

    “Inspirai, Senhor, as nossas ações e ajudai-nos a realizá-las, para que em Vós comece e termine tudo aquilo que fizermos. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.” 1

    Primeira leitura

    Leitura dos Atos dos Apóstolos 9, 26-31

    26 Depois que chegou a Jerusalém, procurava juntar-se com os discípulos, mas todos o temiam, não crendo que ele fosse discípulo. 

    27 Então Barnabé, tomando-o consigo, o levou aos Apóstolos, e ele contou-lhes como tinha visto o Senhor no caminho, e que lhe tinha falado, e como em Damasco pregara corajosamente em nome de Jesus. 

    28 E permaneceu com eles em Jerusalém, entrando e saindo, e pregando corajosamente em nome do Senhor. 

    29 Falava também com os gentios e disputava com os gregos, mas eles procuravam matá-lo.

    30 Tendo sabido isto os irmãos, acompanharam-no até Cesareia e o enviaram a Tarso. 

    31 Tinha então paz a Igreja por toda a Judeia, Galileia e Samaria, e se edificava, caminhando no temor do Senhor, cheia da consolação do Espírito Santo.

    Salmo

    Sl 21(22),26b-27.28.30.31-32 (R. 26a)

    R. A ti se dirigirá o meu louvor numa grande assembleia;

    26b eu cumprirei os meus votos em presença dos que o temem.
    27 Os pobres comerão e serão saciados, e os que buscam o Senhor o louvarão; os seus corações viverão pelos séculos dos séculos. R.

    28 Lembrar-se-ão e converter-se-ão ao Senhor todos os limites da terra;
    30 Comeram e adoraram-no todos os ricos da terra; diante dele se prostraram todos os mortais. R.

    31 E a minha alma viverá para ele, e a minha descendência o servirá.

    32 A geração que há de vir será anunciada ao Senhor, e os céus anunciarão a sua justiça ao povo que há de nascer e que o Senhor formou. R.

    Segunda leitura

    Leitura da Primeira Carta de São João 3,18-24

    18 Meus filhinhos, não amemos de palavra e com a língua, mas por obra e em verdade. 

    19 Por isto conhecemos que somos da verdade, e tranquilizaremos os nossos corações diante de Deus.

    20 Porque, se o nosso coração nos condenar, Deus é maior do que o nosso coração e conhece todas as coisas. 

    21 Caríssimos, se o nosso coração não nos condenar, tenhamos confiança diante de Deus,

    22 e tudo o que lhe pedirmos, receberemos dele, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos o que é agradável a seus olhos. 

    23 Este é o seu mandamento: Que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, como ele nos mandou.

    24 Quem observa os seus mandamentos, está em Deus, e Deus nele; e, pelo Espírito que nos deu, sabemos que ele permanece em nós.

    Evangelho

    João 15,1-8

    1“Eu sou a verdadeira videira, e meu Pai é o agricultor.

    2 Todo o ramo que não der fruto em mim, ele a cortará, e todo o que der fruto, podá-la-á, para que dê mais abundante fruto. 

    3 Vós já estais puros pela palavra que vos anunciei. 

    4 Permanecei em mim, e eu [permanecerei] em vós. Como o ramo não pode de si mesmo

    dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim. 

    5 Eu sou a videira e vós os ramos. O que permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto, porque, sem mim, nada podeis fazer.

    6 Se alguém não permanecer em mim, será lançado fora como o ramo, e secará; depois o recolherão e o lançarão no fogo, onde arderá.

    7 Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será concedido. 

    8 Nisto é glorificado meu Pai: que deis muito fruto e sejais meus discípulos.

    Comentário Patrístico

    15,1–3. Agostinho: Nosso Senhor usa esta imagem porque ele é a cabeça da Igreja, e nós, os membros dele, deste homem que é Jesus Cristo. Afinal, a videira e os ramos, ou sarmentos, são da mesma natureza. Porém, quando diz: “Eu sou a verdadeira videira”, por acaso acrescenta o adjetivo “verdadeira” em referência àquela videira da qual tira esta comparação? Ora, aqui, fala-se em videira por analogia, não em sentido próprio, da mesma maneira como, em outras passagens, é chamado de “cordeiro”, “ovelha”, e assim por diante, de modo que é mais próprio chamar de verdadeiras as coisas mesmas de onde são tiradas essas analogias. Mas, dizendo: “Eu sou a verdadeira videira”, distingue-se daquela à qual foi dito: “Como, pois, degeneraste para mim convertendo-te em vinha bastarda?” (Jr 2,21). Pois como pode ser verdadeira a videira da qual se esperava uva, mas deu espinhos? 2

    Santo do dia

    São Vital
    28 de abril

     São Vital era cidadão de Milão, e dizem que teria sido pai de São Gervásio e São Protásio. A Divina Providência o conduziu até Ravena, onde viu um cristão chamado Ursicino, o qual, condenado a perder a cabeça pela fé e perplexo com a perspectiva da morte, dava mostras de que cederia à apostasia. Vital ficou extremamente comovido com tal espetáculo. Conhecia sua dupla obrigação de preferir a glória de Deus e a salvação eterna do próximo à sua própria vida mortal; por isso, com ousadia e bom êxito encorajou Ursicino a triunfar sobre a morte, e depois do martírio dele levou seu corpo embora e respeitosamente o sepultou. O juiz, de nome Paulino, sendo disso informado, mandou que prendessem Vital e o esticassem no cavalete e, após outras torturas, enterrassem-no vivo em um local chamado “A Palmeira”, em Ravena. Sua esposa, Valéria, ao retornar de Ravena para Milão, foi espancada até a morte pelos camponeses por ter se recusado a se juntar a eles em um motim e festival idólatra. 3

    Outros santos do dia: Santa Gianna, São Polião, Santa Teodora e São Dídimo, São Cronano de Roscrea e São Cirilo de Turov.

    Referências

    1. Devocionário a São José, página 33.[]
    2. Bíblia / tradução do Pe. Matos Soares a partir da Vulgata Clementina (1927-1932). — corr. e atual. — Dois Irmãos, RS : Minha Biblioteca Católica, 2023.[]
    3. Butler, Alban. Vida dos Santos, 2021, p. 187-188[]

    Redação Minha Biblioteca Católica

    O maior clube de leitores católicos do Brasil.

    Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

      Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.