Formação

A vida de São Francisco de Sales

Conheça a história de São Francisco de Sales, o Doutor da Igreja que é autor de grandes clássicos da espiritualidade católica, como Filoteia.

A vida de São Francisco de Sales
Formação

A vida de São Francisco de Sales

Conheça a história de São Francisco de Sales, o Doutor da Igreja que é autor de grandes clássicos da espiritualidade católica, como Filoteia.

Data da Publicação: 18/12/2023
Tempo de leitura:
Autor: Redação MBC
Data da Publicação: 18/12/2023
Tempo de leitura:
Autor: Redação MBC

É pouco provável que algum católico nunca tenha ouvido (ou não vá ouvir) pelo menos uma vez na vida o nome de São Francisco de Sales. Afinal, o santo e Doutor da Igreja revolucionou a busca pelo crescimento da vida interior, sendo um dos pioneiros na produção de uma obra espiritual voltada para o público leigo.

Um amor ímpar à vocação, uma inteligência rara, uma retórica ao mesmo tempo profunda e de fácil entendimento. Esse é São Francisco de Sales. Neste artigo, vamos nos aprofundar na vida e obra desse presente dado por Deus à humanidade. Ao fim, queremos que todos se sintam impelidos a ler e a meditar usando os métodos do fundador da Ordem da Visitação.  

Quem foi São Francisco de Sales?

São Francisco de Sales é conhecido por muitas facetas: bispo de Genebra, escritor espiritual, fundador da Ordem da Visitação junto de Santa Joana de Chantal, catequista fervoroso, patrono dos escritores, doutor da Igreja… 

Dificilmente não encontraremos algum motivo para ter verdadeira admiração e devoção. Vamos contar brevemente os principais episódios da vida do santo:

Os principais episódios da vida de São Francisco de Sales

Nascimento e infância

Nasceu em 21 de agosto de 1567, na província de Saboia, que fica no extremo leste da França, perto da divisa com a Itália. Então… Por que seu nome ficou conhecido como “de Sales”? Isso se deve ao local exato de nascimento, que foi no Castelo de Sales. Francisco era de família muito nobre e era o mais velho de 12 irmãos. Sua mãe, uma mulher extremamente devota, desde cedo plantou em seu coração o desejo pelas virtudes e o amor a Deus. 

Educação

Seu pai, um barão, tinha desejo de fazê-lo senhor de terras, uma vez que se tratava de seu primogênito. Recebeu, para isso, sólida educação desde cedo. Inicialmente, sob tutela dos Jesuítas, São Francisco completou seus estudos em Pádua, onde estudou retórica, direito, filosofia e teologia. Todo esse processo, que parece muito longo pela sua densidade, durou até os seus 24 anos.

Chamado à vida religiosa

É dito com muita propriedade que quando Deus chama e somos humildes para ouvir esse chamado, nada no mundo é capaz de nos deter. Assim foi com São Francisco de Sales. Mal tendo chegado de Pádua, informou ao pai que não tinha interesse de se casar e assumir a função de advogado no Senado de Saboia. Já era clara na alma de Francisco sua vocação ao sacerdócio. Contando com a intercessão de seu tio, o Cônego da Catedral de Genebra, o barão consentiu com a vocação do filho.

Ordenação sacerdotal de São Francisco de Sales

Aliás, seu tio também teve importante papel na ordenação sacerdotal de São Franciso de Sales. Luís de Sales obteve do Papa a ordenação do santo após a morte do Chefe dos Cônegos de Genebra, cargo que foi ocupado pelo seu sobrinho. Tinha início a imensamente frutífera vida ordenada de Francisco.

Missão em Chablais

Seu primeiro desafio (e que desafio!) foi a missão na região de Chablais, que se encontrava tomada por calvinistas. Por várias vezes São Francisco de Sales correu risco de morte: seja pelos calvinistas, seja por ter de dormir ao ar livre e não saber se teria o que comer ou beber no próximo dia. 

Mas a Verdade é irresistível. Com insistência, oração, penitência e sua retórica impecável, Padre Francisco reconquistou a região aos poucos. Depois de cinco anos, a região foi arejada com a brisa avassaladora da Santa Igreja. 

Bispo de Genebra

Em 1602, assumiu o cargo de Bispo de Genebra, levando ao seu maior alcance de atuação. Difundiu na diocese a direção das almas, fundou escolas e métodos de catequese, levando a uma verdadeira revolução espiritual. Além disso, ainda fundou junto de outra santa, Joana de Chantal, a Ordem da Visitação.

Morte

Em Lyon, em 1622, faleceu em odor de santidade. O culto local começou imediatamente. Foi beatificado em 1661 e canonizado em 1665. Por fim, declarado Doutor da Igreja por Sua Santidade, o Papa Pio XI. Estava assim, eternizado na história. 

Livros de São Francisco de Sales: grandes clássicos da espiritualidade

Filoteia ou Introdução à Vida Devota

Seguramente o mais importante para os leigos. Filoteia nasceu como uma “direção espiritual escrita” para sua prima, a Madame Marie de Charmoisy. Porém, o santo viu que aquilo poderia ser útil a tantas almas que desejavam a santidade no meio do mundo. Assim nasceu Filoteia, que significa “Amante de Deus”. Ou seja, o livro se dirige à toda alma que queira amar Deus de verdade, não importando onde. É uma leitura fundamental para todo fiel católico.

edição da minha biblioteca católica do livro filoteia, escrito por são francisco de sales.
Edição da Minha Biblioteca Católica do livro Filoteia

Esta edição está disponível na loja exclusiva para membros do clube. Garanta seu exemplar aqui.

Tratado do Amor de Deus

Se Filoteia é a mais importante por ser a inicial, Tratado do Amor de Deus é a obra-prima, dedicada às almas que estão em contato mais profundo com Nosso Senhor. Aqui vemos o íntimo de São Francisco desnudado com o objetivo de guiar todos aqueles que realmente querem ser santos.

Sermões

A síntese de seu pensamento mais catequético se encontra nos Sermões. Aqui vemos seu lado mais formador de almas, papel exercido durante décadas do seu sacerdócio. Outro livro que é muito proveitoso e atemporal.

Leia mais: 8 livros clássicos que todo católico precisa ler

O legado de São Francisco de Sales 

Fundação da Ordem da Visitação

Dois episódios podem resumir a fundação da Ordem: 1) A visão de São Francisco 2) Seu encontro com Joana de Chantal. 

  1. São Francisco de Sales teve uma visão com uma senhora nobre vestida de preto, passando pelas ruas de Annecy, acompanhada por outras senhoras, para atender os pobres e doentes. Depois mudou a imagem, e ele viu uma semente que cresceu e virou uma árvore muito frutífera. 
  2. É dito que essa senhora nobre de sua visão era a baronesa Joana de Chantal, viúva e mãe de quatro filhos. Logo que se encontraram, nutriram uma amizade sincera pautada no serviço a Deus. São Francisco confidenciou à nobre seu desejo de fundar uma ordem feminina para cuidado de pobres e doentes. Esse desejo foi de encontro ao chamado de Santa Joana de entrar para a vida religiosa. 

Depois disso, as coisas andaram harmonicamente até a fundação da Ordem da Visitação de Santa Maria, que hoje já completa mais de 400 anos.

Canonização e Declaração de Doutor da Igreja

Um homem com a envergadura espiritual, moral e intelectual de São Francisco de Sales não poderia ter um destino mais digno de que os altares da Santa Igreja. E como tal, foi beatificado em 1661 e canonizado em 1665. Por fim, declarado Doutor da Igreja pelo Papa Pio XI. 

Francisco, que nasceu nobre de bens materiais, se tornou nobre dos bens espirituais. E quem se beneficia somos nós, que recebemos esses bens de bom grado, a fim de que um dia possamos participar dessa mesma realeza, ao lado de Deus.

Redação MBC

Garanta seu box

É pouco provável que algum católico nunca tenha ouvido (ou não vá ouvir) pelo menos uma vez na vida o nome de São Francisco de Sales. Afinal, o santo e Doutor da Igreja revolucionou a busca pelo crescimento da vida interior, sendo um dos pioneiros na produção de uma obra espiritual voltada para o público leigo.

Um amor ímpar à vocação, uma inteligência rara, uma retórica ao mesmo tempo profunda e de fácil entendimento. Esse é São Francisco de Sales. Neste artigo, vamos nos aprofundar na vida e obra desse presente dado por Deus à humanidade. Ao fim, queremos que todos se sintam impelidos a ler e a meditar usando os métodos do fundador da Ordem da Visitação.  

Quem foi São Francisco de Sales?

São Francisco de Sales é conhecido por muitas facetas: bispo de Genebra, escritor espiritual, fundador da Ordem da Visitação junto de Santa Joana de Chantal, catequista fervoroso, patrono dos escritores, doutor da Igreja… 

Dificilmente não encontraremos algum motivo para ter verdadeira admiração e devoção. Vamos contar brevemente os principais episódios da vida do santo:

Os principais episódios da vida de São Francisco de Sales

Nascimento e infância

Nasceu em 21 de agosto de 1567, na província de Saboia, que fica no extremo leste da França, perto da divisa com a Itália. Então… Por que seu nome ficou conhecido como “de Sales”? Isso se deve ao local exato de nascimento, que foi no Castelo de Sales. Francisco era de família muito nobre e era o mais velho de 12 irmãos. Sua mãe, uma mulher extremamente devota, desde cedo plantou em seu coração o desejo pelas virtudes e o amor a Deus. 

Educação

Seu pai, um barão, tinha desejo de fazê-lo senhor de terras, uma vez que se tratava de seu primogênito. Recebeu, para isso, sólida educação desde cedo. Inicialmente, sob tutela dos Jesuítas, São Francisco completou seus estudos em Pádua, onde estudou retórica, direito, filosofia e teologia. Todo esse processo, que parece muito longo pela sua densidade, durou até os seus 24 anos.

Chamado à vida religiosa

É dito com muita propriedade que quando Deus chama e somos humildes para ouvir esse chamado, nada no mundo é capaz de nos deter. Assim foi com São Francisco de Sales. Mal tendo chegado de Pádua, informou ao pai que não tinha interesse de se casar e assumir a função de advogado no Senado de Saboia. Já era clara na alma de Francisco sua vocação ao sacerdócio. Contando com a intercessão de seu tio, o Cônego da Catedral de Genebra, o barão consentiu com a vocação do filho.

Ordenação sacerdotal de São Francisco de Sales

Aliás, seu tio também teve importante papel na ordenação sacerdotal de São Franciso de Sales. Luís de Sales obteve do Papa a ordenação do santo após a morte do Chefe dos Cônegos de Genebra, cargo que foi ocupado pelo seu sobrinho. Tinha início a imensamente frutífera vida ordenada de Francisco.

Missão em Chablais

Seu primeiro desafio (e que desafio!) foi a missão na região de Chablais, que se encontrava tomada por calvinistas. Por várias vezes São Francisco de Sales correu risco de morte: seja pelos calvinistas, seja por ter de dormir ao ar livre e não saber se teria o que comer ou beber no próximo dia. 

Mas a Verdade é irresistível. Com insistência, oração, penitência e sua retórica impecável, Padre Francisco reconquistou a região aos poucos. Depois de cinco anos, a região foi arejada com a brisa avassaladora da Santa Igreja. 

Bispo de Genebra

Em 1602, assumiu o cargo de Bispo de Genebra, levando ao seu maior alcance de atuação. Difundiu na diocese a direção das almas, fundou escolas e métodos de catequese, levando a uma verdadeira revolução espiritual. Além disso, ainda fundou junto de outra santa, Joana de Chantal, a Ordem da Visitação.

Morte

Em Lyon, em 1622, faleceu em odor de santidade. O culto local começou imediatamente. Foi beatificado em 1661 e canonizado em 1665. Por fim, declarado Doutor da Igreja por Sua Santidade, o Papa Pio XI. Estava assim, eternizado na história. 

Livros de São Francisco de Sales: grandes clássicos da espiritualidade

Filoteia ou Introdução à Vida Devota

Seguramente o mais importante para os leigos. Filoteia nasceu como uma “direção espiritual escrita” para sua prima, a Madame Marie de Charmoisy. Porém, o santo viu que aquilo poderia ser útil a tantas almas que desejavam a santidade no meio do mundo. Assim nasceu Filoteia, que significa “Amante de Deus”. Ou seja, o livro se dirige à toda alma que queira amar Deus de verdade, não importando onde. É uma leitura fundamental para todo fiel católico.

edição da minha biblioteca católica do livro filoteia, escrito por são francisco de sales.
Edição da Minha Biblioteca Católica do livro Filoteia

Esta edição está disponível na loja exclusiva para membros do clube. Garanta seu exemplar aqui.

Tratado do Amor de Deus

Se Filoteia é a mais importante por ser a inicial, Tratado do Amor de Deus é a obra-prima, dedicada às almas que estão em contato mais profundo com Nosso Senhor. Aqui vemos o íntimo de São Francisco desnudado com o objetivo de guiar todos aqueles que realmente querem ser santos.

Sermões

A síntese de seu pensamento mais catequético se encontra nos Sermões. Aqui vemos seu lado mais formador de almas, papel exercido durante décadas do seu sacerdócio. Outro livro que é muito proveitoso e atemporal.

Leia mais: 8 livros clássicos que todo católico precisa ler

O legado de São Francisco de Sales 

Fundação da Ordem da Visitação

Dois episódios podem resumir a fundação da Ordem: 1) A visão de São Francisco 2) Seu encontro com Joana de Chantal. 

  1. São Francisco de Sales teve uma visão com uma senhora nobre vestida de preto, passando pelas ruas de Annecy, acompanhada por outras senhoras, para atender os pobres e doentes. Depois mudou a imagem, e ele viu uma semente que cresceu e virou uma árvore muito frutífera. 
  2. É dito que essa senhora nobre de sua visão era a baronesa Joana de Chantal, viúva e mãe de quatro filhos. Logo que se encontraram, nutriram uma amizade sincera pautada no serviço a Deus. São Francisco confidenciou à nobre seu desejo de fundar uma ordem feminina para cuidado de pobres e doentes. Esse desejo foi de encontro ao chamado de Santa Joana de entrar para a vida religiosa. 

Depois disso, as coisas andaram harmonicamente até a fundação da Ordem da Visitação de Santa Maria, que hoje já completa mais de 400 anos.

Canonização e Declaração de Doutor da Igreja

Um homem com a envergadura espiritual, moral e intelectual de São Francisco de Sales não poderia ter um destino mais digno de que os altares da Santa Igreja. E como tal, foi beatificado em 1661 e canonizado em 1665. Por fim, declarado Doutor da Igreja pelo Papa Pio XI. 

Francisco, que nasceu nobre de bens materiais, se tornou nobre dos bens espirituais. E quem se beneficia somos nós, que recebemos esses bens de bom grado, a fim de que um dia possamos participar dessa mesma realeza, ao lado de Deus.

Redação MBC

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

    Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.