Devido à tragédia climática no RS, os prazos de entrega poderão ser afetados.
Devoção, Santidade

Bom humor e santidade

O bom humor não pode faltar em quem quer ser santo. Conheça neste artigo seis grandes santos que não perdiam a piada.

Bom humor e santidade
Devoção, Santidade

Bom humor e santidade

O bom humor não pode faltar em quem quer ser santo. Conheça neste artigo seis grandes santos que não perdiam a piada.

Data da Publicação: 13/03/2023
Tempo de leitura:
Autor: MBC
Data da Publicação: 13/03/2023
Tempo de leitura:
Autor: MBC

Você sabia que muitos santos são conhecidos pelo seu bom humor?

A alegria é um dom de Deus, e inclusive aparece várias vezes nas Sagradas Escrituras. É como já dizia São Paulo aos Filipenses: “Alegrai-vos sempre no Senhor”.

E essa alegria pode ser vista tanto como virtude quanto como um fruto do Espírito Santo.

Neste artigo, reunimos 6 santos muito bem humorados para você conhecer e se inspirar.

O bom humor de 6 grandes santos


1. São Josemaría Escrivá


O primeiro santo que viveu isso muito bem foi São Josemaría Escrivá, o santo espanhol que foi o fundador do Opus Dei.

São Josemaría sempre levou a vida com muita alegria e ensinava a todos a compartilhar seu otimismo cristão. Ele dizia: “Um conselho, que vos tenho repetido até cansar: estai alegres, sempre alegres. – Que estejam tristes os que não se considerem filhos de Deus.”

São Josemaria Sorrindo, não lhe faltava bom humor

Leia também: 3 conselhos de São Josemaría Escrivá para santificar o trabalho

2. São João Bosco


Além dele, São João Bosco (o famoso Dom Bosco), fundador dos salesianos, também era muito alegre. Desde criança, Dom Bosco tinha um olhar otimista sobre a vida, e dizia: “Sou um homem que ama a alegria e, portanto, deseja ver você e todos felizes. Se você fizer o que eu digo, ficará feliz e alegre de coração.”

São Dom Busco cultiva um bom humor.

Conheça mais: 5 características do Céu segundo os sonhos de Dom Bosco
Reze a Novena de Dom Bosco

3. São Domingos Sávio


Um dos alunos de Dom Bosco, um menino chamado São Domingos Sávio, aprendeu bem o estilo de vida marcado pela alegria, que deixa tudo mais leve e divertido. Ele sempre dizia: “Você deve saber que a santidade consiste em ser sempre alegre.”

4. Santa Teresa d’Ávila


Outra santa que também era muito brincalhona e bem-humorada era Santa Teresa d’Ávila, a reformadora do Carmelo. Mesmo passando por muitas dificuldades, Santa Teresa fazia questão de lidar com todas elas com leveza e alegria. Uma de suas frases mais famosas é: “A oração de intimidade com Deus não é outra coisa senão um morrer quase total a todas as coisas do mundo para alegrar-se só em Deus.”

5. São Thomas More


São Thomas More é um ótimo exemplo disso também. Casado, pai de 4 filhos, ele sempre viveu a fé de forma muito fiel, profunda e bem-humorada. Mas aconteceu que, em 1534, ele ocupava um alto cargo no governo do rei Henrique VIII, e foi condenado à morte por não concordar com ele.

Ficou preso por mais de um ano, para depois ser decapitado. Em todos esses momentos, sempre se manteve muito tranquilo e confiante em Deus, e ainda foi capaz de rir da situação!

Conta-se que, na hora em que ia ser decapitado, ele brincava com seu carrasco e dizia: “Ânimo, rapaz! Não tenhas medo de cumprir o teu dever. O meu pescoço é muito curto. Cuida, pois de não cortá-lo de lado, para que não fique abalado o teu prestígio”. E ainda disse mais: “Deixa-me ajeitar a barba, não aconteça que também a cortes. Ela nada tem nada a ver com isso”.

São Thomas More não só cultivava o bom humor, como tinha também uma oração para isso.


Esse jeito espirituoso conferiu a São Thomas More o título de santo da alegria, o mesmo que recebeu outro grande santo:

6. São Filipe Néri


São Filipe Néri ficou conhecido por ser muito espirituoso e bem-humorado, sempre levando as coisas com muita leveza e bom-humor em qualquer situação.

Até mesmo na hora de dar penitências e ensinar seus discípulos, São Filipe gostava de dar lições espirituosas. Numa ocasião, para uma mulher que tinha o vício da fofoca, São Filipe deu uma lição no mínimo inusitada:

Pediu que a fiel saísse por todas as ruas de Roma depenando uma galinha! E assim ela fez… Foi pela rua, tirando pena por pena. Depois, no confessionário, falou a São Filipe que tinha cumprido a penitência dada.

Mas o melhor estava por vir: São Filipe pediu, então, que ela voltasse pelas ruas que passou e recolhesse todas as penas da galinha que ficaram pela rua.

Claro que a mulher ficou espantada! Disse que era impossível recolher todas as penas, que jamais conseguiria.

E foi assim que São Filipe deu uma lição preciosa pra ela: as palavras dela eram como as penas daquela galinha. Depois que ela espalhava uma fofoca, ela até podia tentar corrigir, evitar que as palavras se espalhassem, mas já estava fora de controle.

Essa penitência, com uma galinha (!), foi apenas uma das muitas histórias que demonstram como São Filipe era muito espirituoso.

Ele sempre dizia: “Longe de mim, o pecado e a tristeza!”

Leia mais: Prefiro o Paraíso: de onde veio essa expressão de São Filipe Néri?

O bom humor é uma graça que devemos pedir todos os dias


Esses seis santos nos ajudam a ver como a alegria e o bom humor são importantes nas nossas vidas. Se vivemos assim, as dificuldades ficam muito menores. Todos eles nos ajudam a ver como é possível viver essas virtudes com a leveza que é própria dos santos.

Tanto é assim, que o Papa Francisco falou muito da alegria em sua encíclica “Gaudete et exsultate”, que significa: ‘Alegrai-vos e exultai”.

Na encíclica, um dos ensinamentos do papa é de que “O santo é capaz de viver com alegria e senso de humor”.

Por isso, o Papa Francisco já afirmou algumas vezes que o senso de humor é uma graça que ele pede todos os dias.

Essa é a melhor dica que podemos dar ao final deste post: pedir sempre a graça da alegria e do bom humor. Para isso, deixamos aqui uma oração que São Thomas More escreveu enquanto esteve na prisão e que pode fazer parte da sua sua rotina espiritual:

Oração do bom humor, por São Thomas More


Dai-me, Senhor, um pouco de sol,
algum trabalho e um pouco de alegria.
Dai-me o pão de cada dia,
uma boa digestão e algo para digerir.
Dai-me uma maneira de ser, de forma que eu seja capaz de ignorar o aborrecimento,
as lamentações e os suspiros.
Não permitais que eu me preocupe demasiadamente com esta coisa embaraçosa que eu sou.

Dai-me, Senhor, a dose de humor suficiente para que eu encontre a felicidade nesta vida
e para que eu seja útil aos outros.
Que sempre haja uma canção em meus lábios,
uma poesia ou uma história para me distrair.
Ensinai-me a entender os sofrimentos e a não vê-los como maldição.
Dai-me a graça de encontrar o bom sentido,
pois tenho muita necessidade dele.

Senhor, dai-me a graça,
neste momento de medo e angústia,
de lembrar-me do grande medo
e da assombrosa angústia que Vós experimentastes no Monte das Oliveiras.
Fazei que, no esforço de meditar sobre vossa agonia,
eu receba o consolo espiritual necessário
para proveito de minha alma.

Concedei-me, Senhor, um espírito sossegado,
gentil, caridoso, benévolo, doce e compassivo.
Que, em todas as minhas ações,
palavras e pensamentos, eu experimente
o gosto de vosso Espírito santo e bendito.

Dai-me, Senhor, uma fé plena, uma esperança firme e uma caridade ardente.
Que eu não ame ninguém contra a vossa vontade,
mas sim todas as coisas, em função de vosso querer.
Cercai-me de vosso amor e de vossa graça.

“Tende, pois, bom ânimo, filha minha, e não vos preocupeis comigo,
seja o que quer que aconteça comigo neste mundo.
Nada pode acontecer-me sem que Deus queira.
E tudo o que ele quer, por pior que nos pareça,
é, na realidade, o melhor”.

“Embora eu esteja convencido, minha querida Margarita,
de que a maldade que passei nessa vida é tão merecida a ponto de Deus me privar de tudo,
nem por um momento deixarei de confiar na sua imensa bondade.

Até agora, sua graça santíssima me deu forças para postergar tudo:
as riquezas, as ganâncias e a própria vida,
antes de prestar juramento contra minha consciência”.

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

    Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.

    Avatar

    MBC

    O que você vai encontrar neste artigo?

    Você sabia que muitos santos são conhecidos pelo seu bom humor?

    A alegria é um dom de Deus, e inclusive aparece várias vezes nas Sagradas Escrituras. É como já dizia São Paulo aos Filipenses: “Alegrai-vos sempre no Senhor”.

    E essa alegria pode ser vista tanto como virtude quanto como um fruto do Espírito Santo.

    Neste artigo, reunimos 6 santos muito bem humorados para você conhecer e se inspirar.

    O bom humor de 6 grandes santos


    1. São Josemaría Escrivá


    O primeiro santo que viveu isso muito bem foi São Josemaría Escrivá, o santo espanhol que foi o fundador do Opus Dei.

    São Josemaría sempre levou a vida com muita alegria e ensinava a todos a compartilhar seu otimismo cristão. Ele dizia: “Um conselho, que vos tenho repetido até cansar: estai alegres, sempre alegres. – Que estejam tristes os que não se considerem filhos de Deus.”

    São Josemaria Sorrindo, não lhe faltava bom humor

    Leia também: 3 conselhos de São Josemaría Escrivá para santificar o trabalho

    2. São João Bosco


    Além dele, São João Bosco (o famoso Dom Bosco), fundador dos salesianos, também era muito alegre. Desde criança, Dom Bosco tinha um olhar otimista sobre a vida, e dizia: “Sou um homem que ama a alegria e, portanto, deseja ver você e todos felizes. Se você fizer o que eu digo, ficará feliz e alegre de coração.”

    São Dom Busco cultiva um bom humor.

    Conheça mais: 5 características do Céu segundo os sonhos de Dom Bosco
    Reze a Novena de Dom Bosco

    3. São Domingos Sávio


    Um dos alunos de Dom Bosco, um menino chamado São Domingos Sávio, aprendeu bem o estilo de vida marcado pela alegria, que deixa tudo mais leve e divertido. Ele sempre dizia: “Você deve saber que a santidade consiste em ser sempre alegre.”

    4. Santa Teresa d’Ávila


    Outra santa que também era muito brincalhona e bem-humorada era Santa Teresa d’Ávila, a reformadora do Carmelo. Mesmo passando por muitas dificuldades, Santa Teresa fazia questão de lidar com todas elas com leveza e alegria. Uma de suas frases mais famosas é: “A oração de intimidade com Deus não é outra coisa senão um morrer quase total a todas as coisas do mundo para alegrar-se só em Deus.”

    5. São Thomas More


    São Thomas More é um ótimo exemplo disso também. Casado, pai de 4 filhos, ele sempre viveu a fé de forma muito fiel, profunda e bem-humorada. Mas aconteceu que, em 1534, ele ocupava um alto cargo no governo do rei Henrique VIII, e foi condenado à morte por não concordar com ele.

    Ficou preso por mais de um ano, para depois ser decapitado. Em todos esses momentos, sempre se manteve muito tranquilo e confiante em Deus, e ainda foi capaz de rir da situação!

    Conta-se que, na hora em que ia ser decapitado, ele brincava com seu carrasco e dizia: “Ânimo, rapaz! Não tenhas medo de cumprir o teu dever. O meu pescoço é muito curto. Cuida, pois de não cortá-lo de lado, para que não fique abalado o teu prestígio”. E ainda disse mais: “Deixa-me ajeitar a barba, não aconteça que também a cortes. Ela nada tem nada a ver com isso”.

    São Thomas More não só cultivava o bom humor, como tinha também uma oração para isso.


    Esse jeito espirituoso conferiu a São Thomas More o título de santo da alegria, o mesmo que recebeu outro grande santo:

    6. São Filipe Néri


    São Filipe Néri ficou conhecido por ser muito espirituoso e bem-humorado, sempre levando as coisas com muita leveza e bom-humor em qualquer situação.

    Até mesmo na hora de dar penitências e ensinar seus discípulos, São Filipe gostava de dar lições espirituosas. Numa ocasião, para uma mulher que tinha o vício da fofoca, São Filipe deu uma lição no mínimo inusitada:

    Pediu que a fiel saísse por todas as ruas de Roma depenando uma galinha! E assim ela fez… Foi pela rua, tirando pena por pena. Depois, no confessionário, falou a São Filipe que tinha cumprido a penitência dada.

    Mas o melhor estava por vir: São Filipe pediu, então, que ela voltasse pelas ruas que passou e recolhesse todas as penas da galinha que ficaram pela rua.

    Claro que a mulher ficou espantada! Disse que era impossível recolher todas as penas, que jamais conseguiria.

    E foi assim que São Filipe deu uma lição preciosa pra ela: as palavras dela eram como as penas daquela galinha. Depois que ela espalhava uma fofoca, ela até podia tentar corrigir, evitar que as palavras se espalhassem, mas já estava fora de controle.

    Essa penitência, com uma galinha (!), foi apenas uma das muitas histórias que demonstram como São Filipe era muito espirituoso.

    Ele sempre dizia: “Longe de mim, o pecado e a tristeza!”

    Leia mais: Prefiro o Paraíso: de onde veio essa expressão de São Filipe Néri?

    O bom humor é uma graça que devemos pedir todos os dias


    Esses seis santos nos ajudam a ver como a alegria e o bom humor são importantes nas nossas vidas. Se vivemos assim, as dificuldades ficam muito menores. Todos eles nos ajudam a ver como é possível viver essas virtudes com a leveza que é própria dos santos.

    Tanto é assim, que o Papa Francisco falou muito da alegria em sua encíclica “Gaudete et exsultate”, que significa: ‘Alegrai-vos e exultai”.

    Na encíclica, um dos ensinamentos do papa é de que “O santo é capaz de viver com alegria e senso de humor”.

    Por isso, o Papa Francisco já afirmou algumas vezes que o senso de humor é uma graça que ele pede todos os dias.

    Essa é a melhor dica que podemos dar ao final deste post: pedir sempre a graça da alegria e do bom humor. Para isso, deixamos aqui uma oração que São Thomas More escreveu enquanto esteve na prisão e que pode fazer parte da sua sua rotina espiritual:

    Oração do bom humor, por São Thomas More


    Dai-me, Senhor, um pouco de sol,
    algum trabalho e um pouco de alegria.
    Dai-me o pão de cada dia,
    uma boa digestão e algo para digerir.
    Dai-me uma maneira de ser, de forma que eu seja capaz de ignorar o aborrecimento,
    as lamentações e os suspiros.
    Não permitais que eu me preocupe demasiadamente com esta coisa embaraçosa que eu sou.

    Dai-me, Senhor, a dose de humor suficiente para que eu encontre a felicidade nesta vida
    e para que eu seja útil aos outros.
    Que sempre haja uma canção em meus lábios,
    uma poesia ou uma história para me distrair.
    Ensinai-me a entender os sofrimentos e a não vê-los como maldição.
    Dai-me a graça de encontrar o bom sentido,
    pois tenho muita necessidade dele.

    Senhor, dai-me a graça,
    neste momento de medo e angústia,
    de lembrar-me do grande medo
    e da assombrosa angústia que Vós experimentastes no Monte das Oliveiras.
    Fazei que, no esforço de meditar sobre vossa agonia,
    eu receba o consolo espiritual necessário
    para proveito de minha alma.

    Concedei-me, Senhor, um espírito sossegado,
    gentil, caridoso, benévolo, doce e compassivo.
    Que, em todas as minhas ações,
    palavras e pensamentos, eu experimente
    o gosto de vosso Espírito santo e bendito.

    Dai-me, Senhor, uma fé plena, uma esperança firme e uma caridade ardente.
    Que eu não ame ninguém contra a vossa vontade,
    mas sim todas as coisas, em função de vosso querer.
    Cercai-me de vosso amor e de vossa graça.

    “Tende, pois, bom ânimo, filha minha, e não vos preocupeis comigo,
    seja o que quer que aconteça comigo neste mundo.
    Nada pode acontecer-me sem que Deus queira.
    E tudo o que ele quer, por pior que nos pareça,
    é, na realidade, o melhor”.

    “Embora eu esteja convencido, minha querida Margarita,
    de que a maldade que passei nessa vida é tão merecida a ponto de Deus me privar de tudo,
    nem por um momento deixarei de confiar na sua imensa bondade.

    Até agora, sua graça santíssima me deu forças para postergar tudo:
    as riquezas, as ganâncias e a própria vida,
    antes de prestar juramento contra minha consciência”.

    Avatar

    MBC

    Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

      Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.