Devoção

Teresinha e Joana d’Arc: duas santas muito próximas

Teresinha e Joana d’Arc são duas grandes santas francesas, separadas no tempo, mas com um grande laço espiritual. Confira!

Teresinha e Joana d’Arc: duas santas muito próximas
Devoção

Teresinha e Joana d’Arc: duas santas muito próximas

Teresinha e Joana d’Arc são duas grandes santas francesas, separadas no tempo, mas com um grande laço espiritual. Confira!

Data da Publicação: 29/05/2023
Tempo de leitura:
Autor: MBC
Data da Publicação: 29/05/2023
Tempo de leitura:
Autor: MBC

Teresinha e Joana d’Arc são duas grandes heroínas francesas, separadas apenas pelo tempo, mas incrivelmente unidas em seus propósitos de vida: serem verdadeiras apóstolas, enfrentando guerras por amor a Jesus. A guerra de Joana foi no campo de batalha, no exército, e a de Teresinha, no campo da oração, no Carmelo.

Descubra neste artigo o porquê Santa Teresinha foi uma devota fervorosa de Joana, qual a relação entre essas duas santas e como podemos nos inspirar em suas histórias de santidade.

Teresinha e Joana d’Arc: quem são essas santas?


Santa Teresinha do Menino Jesus


Santa Teresinha nasceu na cidade de Alençon, situada na França, em 1873. Desde a infância, Teresa enfrentou inúmeras dificuldades que, naturalmente, a moldaram e a fizeram amadurecer mais cedo: perdeu sua mãe para o câncer, separou-se de suas irmãs que foram para o Carmelo e também viu seu pai enfrentar problemas psiquiátricos. 

Determinada e corajosa, aos 15 anos de idade Teresinha conseguiu a autorização do Papa para entrar para o Carmelo, que exigia uma idade mínima em torno de 21 anos. Teresa tinha o sonho de evangelizar e ser missionária pelos quatro cantos da terra, mas a missão que Deus tinha para ela era outra: guerrear por meio da oração no Carmelo.

Que tal rezar a Novena das Rosas de Santa Teresinha?

Santa Joana d’Arc


Joana d’Arc nasceu em 1412, num pequeno vilarejo da França, em Domrémy. Era filha de simples camponeses e, ainda que analfabeta, foi ensinada desde criança a amar o catolicismo. 

Joana começou a ter momentos místicos no início de sua adolescência, ouvindo vozes de São Miguel Arcanjo e outras santas da Igreja, que a chamavam para ir ao campo de batalha libertar a França do domínio inglês. A França estava enfraquecida, vivendo a guerra dos cem anos e, de modo inimaginável, Deus escolheu a pequena adolescente Joana para expulsar os ingleses, reconquistar Orleans e reconduzir o Rei Carlos VII ao trono da França.

Veja também: 7 mulheres santas para se inspirar!

A influência de Santa Joana d’Arc em Santa Teresinha do Menino Jesus


Teresinha sempre foi vista pelas pessoas como uma santa muito doce e inocente, que com frequência é descrita como uma simples menina, associada às rosas e à delicadeza. Porém, essa é uma compreensão superficial da alma de Teresinha, que embora fosse realmente doce, amável e cheia de rosas, também era uma alma de cruzada, que ansiava ardentemente pregar o Evangelho em todos os continentes, lutar batalhas em nome de Cristo, contra os hereges e morrer pela Igreja.

Embora tenha falecido na cama, com tuberculose, aos 24 anos, Teresinha teria sonhado morrer com uma espada nas mãos, lutando contra as heresias em nome da Santa Igreja. A alma da simples jovem, era também a alma de uma mulher forte, capaz de tudo por Cristo.

“Na minha infância sonhei combater nos campos de batalha. Quando comecei a aprender a história da França, o relato dos feitos de Joana d’Arc me encantava; sentia em meu coração o desejo e a coragem de imitá-los.” 1 Teresinha enxergava Joana d’Arc como um modelo de mulher corajosa que enfrentou batalhas em nome de Cristo. 

O que Teresinha e Joana d’Arc possuíam em comum era uma profunda vida espiritual. Ambas amavam a Igreja e os sacramentos e tinham uma relação muito preciosa com Deus. Conta-se que Joana, ao se tornar comandante do exército, antes de qualquer coisa, implementou a Santa Missa e a recepção frequente dos sacramentos para os soldados. 

A verdade é que Joana d’Arc teria sido uma simples carmelita, se essa fosse a vontade de Deus, e Teresinha teria sido uma grande guerreira se assim Deus desejasse. No fundo, ambas guerrearam com as armas que tinham, para o propósito que Deus escolheu.

Peças de Santa Teresinha sobre Santa Joana d’Arc


Santa Teresinha, inspirando-se na coragem de Joana e desejando ser como ela, escreveu duas peças teatrais em sua homenagem. A primeira delas chamava-se “A Missão de Joana d’Arc” e foi escrita em 21 de janeiro de 1894. E a segunda delas foi composta no ano seguinte, intitulada de “Joana d’Arc cumpre sua missão”. Nas peças, a própria Teresinha encenava como Joana d’Arc.

Santa Teresinha vestida de Santa Joana d'Arc

Teresinha não deixou de ser uma grande guerreira. Após a sua morte, durante a 1ª Guerra Mundial, muitos soldados relataram incríveis milagres atribuídos à santa. Suas relíquias passaram pelas mãos de muitos soldados no campo de batalha, que se tornaram devotos e atribuíram suas vitórias a ela.

Teresinha e Joana d’Arc, mesmo com histórias em cenários tão diferentes, foram grandes santas da Igreja católica, que tinham o mesmo sonho: cumprir a missão que Deus as confiou.

Que assim como Teresinha e Joana d’Arc, também tenhamos uma alma de verdadeiros apóstolos, dispostos a tudo por amor a Jesus e capazes de entregar nossas vidas à vontade perfeita de Deus!

Confira 5 frases de Santa Teresinha sobre a vontade de Deus.

Referências

  1. Lettres de Sainte Thérese de l’Enfant-Jésus, Carta ao Abbé Belliere, Office Central de Lisieux, 1948.[]

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

    Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.

    MBC

    O que você vai encontrar neste artigo?

    Teresinha e Joana d’Arc são duas grandes heroínas francesas, separadas apenas pelo tempo, mas incrivelmente unidas em seus propósitos de vida: serem verdadeiras apóstolas, enfrentando guerras por amor a Jesus. A guerra de Joana foi no campo de batalha, no exército, e a de Teresinha, no campo da oração, no Carmelo.

    Descubra neste artigo o porquê Santa Teresinha foi uma devota fervorosa de Joana, qual a relação entre essas duas santas e como podemos nos inspirar em suas histórias de santidade.

    Teresinha e Joana d’Arc: quem são essas santas?


    Santa Teresinha do Menino Jesus


    Santa Teresinha nasceu na cidade de Alençon, situada na França, em 1873. Desde a infância, Teresa enfrentou inúmeras dificuldades que, naturalmente, a moldaram e a fizeram amadurecer mais cedo: perdeu sua mãe para o câncer, separou-se de suas irmãs que foram para o Carmelo e também viu seu pai enfrentar problemas psiquiátricos. 

    Determinada e corajosa, aos 15 anos de idade Teresinha conseguiu a autorização do Papa para entrar para o Carmelo, que exigia uma idade mínima em torno de 21 anos. Teresa tinha o sonho de evangelizar e ser missionária pelos quatro cantos da terra, mas a missão que Deus tinha para ela era outra: guerrear por meio da oração no Carmelo.

    Que tal rezar a Novena das Rosas de Santa Teresinha?

    Santa Joana d’Arc


    Joana d’Arc nasceu em 1412, num pequeno vilarejo da França, em Domrémy. Era filha de simples camponeses e, ainda que analfabeta, foi ensinada desde criança a amar o catolicismo. 

    Joana começou a ter momentos místicos no início de sua adolescência, ouvindo vozes de São Miguel Arcanjo e outras santas da Igreja, que a chamavam para ir ao campo de batalha libertar a França do domínio inglês. A França estava enfraquecida, vivendo a guerra dos cem anos e, de modo inimaginável, Deus escolheu a pequena adolescente Joana para expulsar os ingleses, reconquistar Orleans e reconduzir o Rei Carlos VII ao trono da França.

    Veja também: 7 mulheres santas para se inspirar!

    A influência de Santa Joana d’Arc em Santa Teresinha do Menino Jesus


    Teresinha sempre foi vista pelas pessoas como uma santa muito doce e inocente, que com frequência é descrita como uma simples menina, associada às rosas e à delicadeza. Porém, essa é uma compreensão superficial da alma de Teresinha, que embora fosse realmente doce, amável e cheia de rosas, também era uma alma de cruzada, que ansiava ardentemente pregar o Evangelho em todos os continentes, lutar batalhas em nome de Cristo, contra os hereges e morrer pela Igreja.

    Embora tenha falecido na cama, com tuberculose, aos 24 anos, Teresinha teria sonhado morrer com uma espada nas mãos, lutando contra as heresias em nome da Santa Igreja. A alma da simples jovem, era também a alma de uma mulher forte, capaz de tudo por Cristo.

    “Na minha infância sonhei combater nos campos de batalha. Quando comecei a aprender a história da França, o relato dos feitos de Joana d’Arc me encantava; sentia em meu coração o desejo e a coragem de imitá-los.” 1 Teresinha enxergava Joana d’Arc como um modelo de mulher corajosa que enfrentou batalhas em nome de Cristo. 

    O que Teresinha e Joana d’Arc possuíam em comum era uma profunda vida espiritual. Ambas amavam a Igreja e os sacramentos e tinham uma relação muito preciosa com Deus. Conta-se que Joana, ao se tornar comandante do exército, antes de qualquer coisa, implementou a Santa Missa e a recepção frequente dos sacramentos para os soldados. 

    A verdade é que Joana d’Arc teria sido uma simples carmelita, se essa fosse a vontade de Deus, e Teresinha teria sido uma grande guerreira se assim Deus desejasse. No fundo, ambas guerrearam com as armas que tinham, para o propósito que Deus escolheu.

    Peças de Santa Teresinha sobre Santa Joana d’Arc


    Santa Teresinha, inspirando-se na coragem de Joana e desejando ser como ela, escreveu duas peças teatrais em sua homenagem. A primeira delas chamava-se “A Missão de Joana d’Arc” e foi escrita em 21 de janeiro de 1894. E a segunda delas foi composta no ano seguinte, intitulada de “Joana d’Arc cumpre sua missão”. Nas peças, a própria Teresinha encenava como Joana d’Arc.

    Santa Teresinha vestida de Santa Joana d'Arc

    Teresinha não deixou de ser uma grande guerreira. Após a sua morte, durante a 1ª Guerra Mundial, muitos soldados relataram incríveis milagres atribuídos à santa. Suas relíquias passaram pelas mãos de muitos soldados no campo de batalha, que se tornaram devotos e atribuíram suas vitórias a ela.

    Teresinha e Joana d’Arc, mesmo com histórias em cenários tão diferentes, foram grandes santas da Igreja católica, que tinham o mesmo sonho: cumprir a missão que Deus as confiou.

    Que assim como Teresinha e Joana d’Arc, também tenhamos uma alma de verdadeiros apóstolos, dispostos a tudo por amor a Jesus e capazes de entregar nossas vidas à vontade perfeita de Deus!

    Confira 5 frases de Santa Teresinha sobre a vontade de Deus.

    Referências

    1. Lettres de Sainte Thérese de l’Enfant-Jésus, Carta ao Abbé Belliere, Office Central de Lisieux, 1948.[]

    MBC

    Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

      Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.