Espiritualidade

Meditação dos Mistérios Luminosos

Reze o terço e contemple os acontecimentos da vida pública de Nosso Senhor Jesus Cristo com a meditação dos mistérios luminosos.

Meditação dos Mistérios Luminosos
Espiritualidade

Meditação dos Mistérios Luminosos

Reze o terço e contemple os acontecimentos da vida pública de Nosso Senhor Jesus Cristo com a meditação dos mistérios luminosos.

Data da Publicação: 24/01/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação MBC
Data da Publicação: 24/01/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação MBC

Ao acompanharmos a meditação dos Mistérios Luminosos, dedicamos especial atenção à vida pública de Jesus, inaugurada pelo seu Batismo no Jordão. Um momento marcado pela presença do Espírito Santo — assim como o nosso Batismo.

Você sabe o que são os mistérios do terço e porque devemos contemplá-los? Confira neste artigo.

Meditação dos Mistérios Luminosos | 1º: O Batismo de Jesus no rio Jordão

imagem do batismo de jesus para a meditação dos mistérios luminosos.

Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Eis que os céus se abriram e viu descer sobre ele, em forma de pomba, o Espírito de Deus. E do céu baixou uma voz: “Eis meu Filho muito amado em quem ponho minha afeição”.1

Oferecimento da primeira dezena

Oferecemos a Vós, ó Senhor Jesus Cristo, esta primeira dezena em honra do vosso batismo por João, e Vos pedimos, por meio deste mistério e de sua intercessão, a graça da fidelidade às promessas do nosso batismo.

Um Pai-Nosso, dez Ave-Marias, Glória ao Pai.

Por que Jesus quis ser batizado? Confira neste artigo sobre a festa do Batismo do Senhor.

Meditação dos Mistérios Luminosos | 2º: A auto-revelação de Jesus nas Bodas de Caná

imagem das bodas de caná para a meditação dos mistérios luminosos.

Três dias depois, celebravam-se bodas em Caná da Galileia, e se achava ali a mãe de Jesus. Também foram convidados Jesus e os seus discípulos. Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: “Eles já não têm vinho”. Respondeu-lhe Jesus: “Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou”. Disse, então, sua mãe aos serventes: “Fazei o que ele vos disser.” 2

No limiar de sua vida pública, Jesus opera seu primeiro sinal – a pedido da sua Mãe – por ocasião de uma festa de casamento. A Igreja atribui grande importância à presença de Jesus nas núpcias de Caná. Vê nela a confirmação de que o casamento é uma realidade boa e o anúncio de que, daí em diante, será ele um sinal eficaz da presença de Cristo. 3

Oferecimento da segunda dezena

Oferecemos a Vós, ó Senhor Jesus Cristo, esta segunda dezena em honra do vosso milagre nas bodas de Caná, a pedido da Mãe Santíssima, e Vos pedimos, por meio deste mistério e de sua intercessão, a graça da confiança na oração de Maria e fé em Vosso poder Divino.

Um Pai-Nosso, dez Ave-Marias, Glória ao Pai.

Meditação dos Mistérios Luminosos | 3º: Anúncio do Reino de Deus

Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo; fazei penitência e crede no Evangelho.4

Oferecimento da terceira dezena

Oferecemos a Vós, ó Senhor Jesus Cristo, esta terceira dezena em honra do Vosso anúncio do Reino de Deus, e Vos pedimos, por meio deste mistério e de sua intercessão, que todos se convertam e formem o povo de Deus, de que Vós sois o Bom Pastor.

Um Pai-Nosso, dez Ave-Marias, Glória ao Pai.

Meditação dos Mistérios Luminosos | 4º: A transfiguração de Jesus

Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e conduziu-os à parte a uma alta montanha. Lá se transfigurou na presença deles: seu rosto brilhou como o sol, suas vestes tornaram-se resplandecentes de brancura.5

Oferecimento da quarta dezena

Oferecemos a Vós, ó Senhor Jesus Cristo, esta quarta dezena em honra a Vossa transfiguração no Monte Tabor, e Vos pedimos, por meio deste mistério e de sua intercessão, que aceitemos como Vós os sofrimentos e as cruzes, para glorificarmos convosco.

Um Pai-Nosso, dez Ave-Marias, Glória ao Pai.

Meditação dos Mistérios Luminosos | 5º: A instituição da Eucaristia

imagem da última ceia para a meditação dos mistérios luminosos.

Durante a refeição, Jesus tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: “Tomai e comei, isto é meu corpo”.6

Ao celebrar a última ceia com os seus Apóstolos, durante a refeição pascal, Jesus deu seu sentido definitivo à Páscoa judaica. Com efeito, a passagem de Jesus a seu Pai, por sua morte e sua ressurreição, a Páscoa nova, é antecipada na ceia e celebrada na Eucaristia, que realiza a Páscoa judaica e antecipa a Páscoa final da Igreja na glória do Reino. 7

Oferecimento da quinta dezena

Oferecemos a Vós, ó Senhor Jesus Cristo, esta quinta dezena em honra a Santíssima Eucaristia, e Vos pedimos, por meio deste mistério e de sua intercessão, um imenso amor à Missa e a Vossa presença no Sacrário.

Um Pai-Nosso, dez Ave-Marias, Glória ao Pai.

Referências

  1. Mt 3,16–17[]
  2. Jo 2,1–5[]
  3. CIC, 1613[]
  4. Mc 1, 15[]
  5. Mt 17,1–2[]
  6. Mt 26, 26[]
  7. CIC, 1.340[]

Redação MBC

O maior clube de leitores católicos do Brasil.

Garanta seu box

Ao acompanharmos a meditação dos Mistérios Luminosos, dedicamos especial atenção à vida pública de Jesus, inaugurada pelo seu Batismo no Jordão. Um momento marcado pela presença do Espírito Santo — assim como o nosso Batismo.

Você sabe o que são os mistérios do terço e porque devemos contemplá-los? Confira neste artigo.

Meditação dos Mistérios Luminosos | 1º: O Batismo de Jesus no rio Jordão

imagem do batismo de jesus para a meditação dos mistérios luminosos.

Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Eis que os céus se abriram e viu descer sobre ele, em forma de pomba, o Espírito de Deus. E do céu baixou uma voz: “Eis meu Filho muito amado em quem ponho minha afeição”.1

Oferecimento da primeira dezena

Oferecemos a Vós, ó Senhor Jesus Cristo, esta primeira dezena em honra do vosso batismo por João, e Vos pedimos, por meio deste mistério e de sua intercessão, a graça da fidelidade às promessas do nosso batismo.

Um Pai-Nosso, dez Ave-Marias, Glória ao Pai.

Por que Jesus quis ser batizado? Confira neste artigo sobre a festa do Batismo do Senhor.

Meditação dos Mistérios Luminosos | 2º: A auto-revelação de Jesus nas Bodas de Caná

imagem das bodas de caná para a meditação dos mistérios luminosos.

Três dias depois, celebravam-se bodas em Caná da Galileia, e se achava ali a mãe de Jesus. Também foram convidados Jesus e os seus discípulos. Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: “Eles já não têm vinho”. Respondeu-lhe Jesus: “Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou”. Disse, então, sua mãe aos serventes: “Fazei o que ele vos disser.” 2

No limiar de sua vida pública, Jesus opera seu primeiro sinal – a pedido da sua Mãe – por ocasião de uma festa de casamento. A Igreja atribui grande importância à presença de Jesus nas núpcias de Caná. Vê nela a confirmação de que o casamento é uma realidade boa e o anúncio de que, daí em diante, será ele um sinal eficaz da presença de Cristo. 3

Oferecimento da segunda dezena

Oferecemos a Vós, ó Senhor Jesus Cristo, esta segunda dezena em honra do vosso milagre nas bodas de Caná, a pedido da Mãe Santíssima, e Vos pedimos, por meio deste mistério e de sua intercessão, a graça da confiança na oração de Maria e fé em Vosso poder Divino.

Um Pai-Nosso, dez Ave-Marias, Glória ao Pai.

Meditação dos Mistérios Luminosos | 3º: Anúncio do Reino de Deus

Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo; fazei penitência e crede no Evangelho.4

Oferecimento da terceira dezena

Oferecemos a Vós, ó Senhor Jesus Cristo, esta terceira dezena em honra do Vosso anúncio do Reino de Deus, e Vos pedimos, por meio deste mistério e de sua intercessão, que todos se convertam e formem o povo de Deus, de que Vós sois o Bom Pastor.

Um Pai-Nosso, dez Ave-Marias, Glória ao Pai.

Meditação dos Mistérios Luminosos | 4º: A transfiguração de Jesus

Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e conduziu-os à parte a uma alta montanha. Lá se transfigurou na presença deles: seu rosto brilhou como o sol, suas vestes tornaram-se resplandecentes de brancura.5

Oferecimento da quarta dezena

Oferecemos a Vós, ó Senhor Jesus Cristo, esta quarta dezena em honra a Vossa transfiguração no Monte Tabor, e Vos pedimos, por meio deste mistério e de sua intercessão, que aceitemos como Vós os sofrimentos e as cruzes, para glorificarmos convosco.

Um Pai-Nosso, dez Ave-Marias, Glória ao Pai.

Meditação dos Mistérios Luminosos | 5º: A instituição da Eucaristia

imagem da última ceia para a meditação dos mistérios luminosos.

Durante a refeição, Jesus tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: “Tomai e comei, isto é meu corpo”.6

Ao celebrar a última ceia com os seus Apóstolos, durante a refeição pascal, Jesus deu seu sentido definitivo à Páscoa judaica. Com efeito, a passagem de Jesus a seu Pai, por sua morte e sua ressurreição, a Páscoa nova, é antecipada na ceia e celebrada na Eucaristia, que realiza a Páscoa judaica e antecipa a Páscoa final da Igreja na glória do Reino. 7

Oferecimento da quinta dezena

Oferecemos a Vós, ó Senhor Jesus Cristo, esta quinta dezena em honra a Santíssima Eucaristia, e Vos pedimos, por meio deste mistério e de sua intercessão, um imenso amor à Missa e a Vossa presença no Sacrário.

Um Pai-Nosso, dez Ave-Marias, Glória ao Pai.

Referências

  1. Mt 3,16–17[]
  2. Jo 2,1–5[]
  3. CIC, 1613[]
  4. Mc 1, 15[]
  5. Mt 17,1–2[]
  6. Mt 26, 26[]
  7. CIC, 1.340[]

Redação MBC

O maior clube de leitores católicos do Brasil.

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

    Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.