Devido à tragédia climática no RS, os prazos de entrega poderão ser afetados.
Formação

Calendários litúrgico e civil: por que são diferentes?

Entenda a diferença entre os calendários litúrgico e civil, o que é esse calendário da igreja e quando começa o ano litúrgico.

Calendários litúrgico e civil: por que são diferentes?
Formação

Calendários litúrgico e civil: por que são diferentes?

Entenda a diferença entre os calendários litúrgico e civil, o que é esse calendário da igreja e quando começa o ano litúrgico.

Data da Publicação: 17/10/2023
Tempo de leitura:
Autor: Redação MBC
Data da Publicação: 17/10/2023
Tempo de leitura:
Autor: Redação MBC


Você já deve ter percebido que entre os calendários litúrgico e civil, há uma pequena diferença. Enquanto o civil termina em dezembro e recomeça em janeiro, o calendário litúrgico se encerra no final de novembro ou no começo de dezembro.

Calendários litúrgico e civil são diferentes por um simples motivo: no centro de toda a vida da Igreja, está a vida de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Por isso, na festa de Cristo Rei, que será celebrada em 26/11 em 2023, nós — e os católicos do mundo inteiro — estaremos celebrando encerramento do Ano Litúrgico.

O ano litúrgico

Esse ano é dividido em períodos, chamados Tempos Litúrgicos, que podemos comparar às estações do ano. Cada uma tem suas características próprias e, vivê-las, altera o nosso comportamento.

Por exemplo, quando o outono chega, sabemos que é natural que as folhas das árvores e a temperatura comecem a cair.

Consequentemente, mudam as nossas vestimentas e o modo de vida. É comum que, aos poucos, passemos a ficar mais recolhidos em casa  — e tudo isso é uma preparação para o inverno.

Assim também são os Tempos Litúrgicos, que determinam o “clima” de toda a liturgia. E, nesse caso, tudo gira em torno dos dois grandes mistérios da nossa fé: a Páscoa e o Natal.  

A Igreja dedica dois períodos específicos do ano para cada uma das ocasiões, sendo um para preparação — que nos conduz a ter uma postura mais silenciosa e reflexiva — e outro para comemoração. São eles:

Os tempos litúrgicos

calendários civil e litúrgico diferem-se também nas cores.

Advento: é o tempo de preparação para a solenidade do Natal. Começa 4 semanas antes, marcando o início do Ano Litúrgico, e termina no dia 24 de dezembro.

Tempo do Natal: nele, se celebra o mistério do Natal, em que celebramos a encarnação do Verbo, que é a segunda pessoa da Santíssima Trindade. Inicia em 25 de dezembro e vai até o dia de Reis, em 6 de janeiro.

Quaresma: é o período de preparação que antecede o ponto mais alto do Ano Litúrgico: o mistério da Paixão, morte e ressurreição do Senhor. Começa na quarta-feira de cinzas e vai até a Semana Santa.

Tempo Pascal: é a grande celebração do amor de Deus, que entregou o seu Filho pela nossa salvação. Neste tempo, comemoramos a vitória de Nosso Senhor Jesus Cristo sobre a morte. Inicia na Páscoa e dura 50 dias, até a festa de Pentecostes.

Mas essas celebrações e suas preparações não ocupam os 365 dias do ano. E é nesse intervalo entre elas que vivemos o Tempo Comum — que de comum, não tem nada!

Ao longo dele, a Igreja celebra a vida pública de Jesus. São 34 semanas em que a liturgia vai nos conduzindo a conhecer as pregações, milagres e curas que Ele realizou.

É um período rico em ensinamentos, em que somos convidados a recordar que é na vida ordinária que a busca pela santidade acontece.

Além disso, também é no Tempo Comum que ocorre grande parte das festas e solenidades do ano.

Entre elas, a Igreja faz referência às vidas dos santos, homens e mulheres que viveram na prática os ensinamentos de Jesus e hoje intercedem por nós. São eles os nossos maiores exemplos de como viver cada tempo do ano litúrgico.

Perguntas frequentes sobre os calendários litúrgico e civil

Em que ano litúrgico estamos? Estamos no ano litúrgico A, em que somos convidados a meditar o Evangelho de São Mateus. O próximo ano litúrgico, que se inicia junto com o advento ainda neste ano, é o ano B, onde meditaremos sobre o Evangelho de São Marcos.

Quando começa o ano litúrgico? Diferentemente do ano civil, o ano litúrgico começa no primeiro domingo do Advento.

Quando acaba o ano litúrgico? Como o novo ano sempre começa no primeiro domingo do Advento, o ano litúrgico se encerra no sábado anterior a ele, no sábado da 34ª semana do Tempo Comum, após a Solenidade de Cristo Rei do Universo.

Saiba mais sobre a solenidade de Cristo Rei neste vídeo do nosso canal:

Confira também: Novena de Natal

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

    Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.

    Avatar

    Redação MBC

    O que você vai encontrar neste artigo?


    Você já deve ter percebido que entre os calendários litúrgico e civil, há uma pequena diferença. Enquanto o civil termina em dezembro e recomeça em janeiro, o calendário litúrgico se encerra no final de novembro ou no começo de dezembro.

    Calendários litúrgico e civil são diferentes por um simples motivo: no centro de toda a vida da Igreja, está a vida de Nosso Senhor Jesus Cristo.

    Por isso, na festa de Cristo Rei, que será celebrada em 26/11 em 2023, nós — e os católicos do mundo inteiro — estaremos celebrando encerramento do Ano Litúrgico.

    O ano litúrgico

    Esse ano é dividido em períodos, chamados Tempos Litúrgicos, que podemos comparar às estações do ano. Cada uma tem suas características próprias e, vivê-las, altera o nosso comportamento.

    Por exemplo, quando o outono chega, sabemos que é natural que as folhas das árvores e a temperatura comecem a cair.

    Consequentemente, mudam as nossas vestimentas e o modo de vida. É comum que, aos poucos, passemos a ficar mais recolhidos em casa  — e tudo isso é uma preparação para o inverno.

    Assim também são os Tempos Litúrgicos, que determinam o “clima” de toda a liturgia. E, nesse caso, tudo gira em torno dos dois grandes mistérios da nossa fé: a Páscoa e o Natal.  

    A Igreja dedica dois períodos específicos do ano para cada uma das ocasiões, sendo um para preparação — que nos conduz a ter uma postura mais silenciosa e reflexiva — e outro para comemoração. São eles:

    Os tempos litúrgicos

    calendários civil e litúrgico diferem-se também nas cores.

    Advento: é o tempo de preparação para a solenidade do Natal. Começa 4 semanas antes, marcando o início do Ano Litúrgico, e termina no dia 24 de dezembro.

    Tempo do Natal: nele, se celebra o mistério do Natal, em que celebramos a encarnação do Verbo, que é a segunda pessoa da Santíssima Trindade. Inicia em 25 de dezembro e vai até o dia de Reis, em 6 de janeiro.

    Quaresma: é o período de preparação que antecede o ponto mais alto do Ano Litúrgico: o mistério da Paixão, morte e ressurreição do Senhor. Começa na quarta-feira de cinzas e vai até a Semana Santa.

    Tempo Pascal: é a grande celebração do amor de Deus, que entregou o seu Filho pela nossa salvação. Neste tempo, comemoramos a vitória de Nosso Senhor Jesus Cristo sobre a morte. Inicia na Páscoa e dura 50 dias, até a festa de Pentecostes.

    Mas essas celebrações e suas preparações não ocupam os 365 dias do ano. E é nesse intervalo entre elas que vivemos o Tempo Comum — que de comum, não tem nada!

    Ao longo dele, a Igreja celebra a vida pública de Jesus. São 34 semanas em que a liturgia vai nos conduzindo a conhecer as pregações, milagres e curas que Ele realizou.

    É um período rico em ensinamentos, em que somos convidados a recordar que é na vida ordinária que a busca pela santidade acontece.

    Além disso, também é no Tempo Comum que ocorre grande parte das festas e solenidades do ano.

    Entre elas, a Igreja faz referência às vidas dos santos, homens e mulheres que viveram na prática os ensinamentos de Jesus e hoje intercedem por nós. São eles os nossos maiores exemplos de como viver cada tempo do ano litúrgico.

    Perguntas frequentes sobre os calendários litúrgico e civil

    Em que ano litúrgico estamos? Estamos no ano litúrgico A, em que somos convidados a meditar o Evangelho de São Mateus. O próximo ano litúrgico, que se inicia junto com o advento ainda neste ano, é o ano B, onde meditaremos sobre o Evangelho de São Marcos.

    Quando começa o ano litúrgico? Diferentemente do ano civil, o ano litúrgico começa no primeiro domingo do Advento.

    Quando acaba o ano litúrgico? Como o novo ano sempre começa no primeiro domingo do Advento, o ano litúrgico se encerra no sábado anterior a ele, no sábado da 34ª semana do Tempo Comum, após a Solenidade de Cristo Rei do Universo.

    Saiba mais sobre a solenidade de Cristo Rei neste vídeo do nosso canal:

    Confira também: Novena de Natal

    Avatar

    Redação MBC

    Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

      Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.