Formação

Os sonhos de Dom Bosco

Saiba o que são os sonhos de Dom Bosco e conheça as principais profecias que Deus o revelou por meio deles, como a cidade de Brasília.

Os sonhos de Dom Bosco
Formação

Os sonhos de Dom Bosco

Saiba o que são os sonhos de Dom Bosco e conheça as principais profecias que Deus o revelou por meio deles, como a cidade de Brasília.

Data da Publicação: 19/01/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação MBC
Data da Publicação: 19/01/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação MBC

Imagine por um instante ter a possibilidade de compreender realidades espirituais com a clareza de uma visão. Assim foi apresentado a São João Bosco vários aspectos sobrenaturais. Os novíssimos, os pilares que sustentam a Igreja e até mesmo um sonho com o nosso próprio país fazem parte do “acervo” de sonhos que permearam a vida do santo italiano. Iremos viajar pelos sonhos de Dom Bosco, que tão frutíferos foram e continuam sendo para a nossa fé. 

Quem foi Dom Bosco?

Em 16 de agosto de 1815 nascia, na Itália, João Melchior Bosco. Vindo de família muito pobre, perdeu o pai cedo, quando tinha apenas dois anos. Criado pela mãe, mulher piedosa, logo cedo, quando contou seu desejo de virar sacerdote, ouviu dela: “Se você quer ser padre para ser rico, não vou visitá-lo, pois nasci na pobreza e nela quero morrer”. 

Sua vida sacerdotal foi marcada pelo apostolado junto aos jovens (motivo que iremos contar em um dos sonhos!). Em 1859 fundou a Congregação dos Salesianos, sob a proteção de São Francisco de Sales

Em 1888, após uma vida inteira dedicada à conversão das almas (seu lema era “Dai-me as almas e ficai com o resto”), partiu para junto do Pai. Foi beatificado e canonizado por Pio XI em 1929 e em 1934, respectivamente. 

Leia mais sobre a vida de Dom Bosco.

O que são os sonhos de Dom Bosco?

Apesar de tecnicamente suficiente, sua vida não foi marcada apenas pelo apostolado no meio dos jovens. Dom Bosco tinha uma veia mística típica dos grandes santos. E parte dessa característica era evidenciada por seus sonhos que, no caso, era sua forma humilde de denominar as visões sobrenaturais que tinha.  

São descritos mais de 170 sonhos ao longo da vida, sendo que alguns ganharam mais destaque, os quais iremos conversar separadamente. Eram recheados de símbolos e de significados, indo desde profecias a explicações de realidades espirituais. Alguns deles, inclusive, só sabemos com detalhes por causa do Papa Pio IX, que pediu a Dom Bosco que os detalhasse para o bem de sua Congregação e dos fiéis.  

Há uma vasta literatura que compila e ajuda na interpretação de tais sonhos, sendo parte integral do legado do santo. Podemos considerar, portanto, um “doce espiritual” dado por Deus a Dom Bosco e, consequentemente, a nós. 

Os principais sonhos de Dom Bosco

O sonho dos 9 anos

O primeiro sonho foi aos 9 (sim, nove!) anos de idade. A descrição é a seguinte:

“Pareceu-me estar perto de casa. Numa área bastante espaçosa onde uma multidão de meninos estava a brincar. […] Não poucos blasfemavam. Ao ouvir as blasfêmias, lancei-me de pronto no meio deles, tentando, com socos e palavras, fazê-los calar. Neste momento apareceu um homem […] nobremente vestido. Seu rosto era tão luminoso que não conseguia fitá-lo. Chamou-me pelo nome. […] Não é com pancadas, mas com a mansidão e a caridade que deverás ganhar esses teus amigos”

O sonho continua, com o aparecimento de uma senhora de aspecto majestoso, dita a mãe do homem nobremente vestido. Ela diz a Dom Bosco que é nesse meio que deve trabalhar. 

Apenas conhecemos com detalhes essa visão por pedido do Papa Pio XI e se trata da prefiguração de toda obra que Dom Bosco viria a desenvolver durante sua vida. É extraordinário pensar que isso estava claro antes mesmo da adolescência! 

Dom Bosco e o sonho de Brasília

Dom Bosco jamais veio à América do Sul. Porém, teve uma visão onde visitava o continente, vislumbrado com as riquezas naturais.

Relata que

“Entre os graus 15 e 20, havia uma enseada bastante larga que partia de um ponto onde se formava um lago. Disse então uma voz repetidamente: – Quando se vierem a escavar as minas escondidas no meio destes montes, aparecerá aqui a terra prometida, de onde jorrará leite e mel. Será uma riqueza inconcebível”. 

Esses paralelos caem exatamente na área de Brasília, que ainda não existia. Esse é o motivo pelo qual o sonho é considerado profético e também o motivo pelo qual Dom Bosco é o co-padroeiro de Brasília. 

Curiosamente, os Salesianos foram os primeiros a estarem na construção da capital federal. 

vista aérea da cidade de Brasília, profetizada nos sonhos de dom bosco.
Vista aérea da capital federal, Brasília.

Você sabe como são escolhidos os padroeiros de uma cidade, Estado ou país? Confira neste artigo.

O sonho de Dom Bosco no inferno

Um dos sonhos mais intensos foi uma visita ao inferno, onde o santo assistiu a uma reunião de demônios. O intuito da reunião? Destruir a Congregação Salesiana. Dessa forma, os demônios vão propondo pecados como a base da estratégia. Porém, nunca chegam ao consenso, pois entendem que Dom Bosco formou muito bem seus filhos contra esses pecados. 

Ou seja, pensavam na luxúria e desistiam, pois entendiam que os salesianos eram amantes da castidade e da pureza. Pensavam na gula e desistiam, pois entendiam que eram também amantes da temperança. 

Assim o foi até que um demônio sugeriu o orgulho. Nesse momento, Dom Bosco acordou. Com isso ele entendeu que era o maior perigo para seus filhos. Afinal, os anjos, seres de elevadíssima natureza, caíram pelo orgulho

Usou disso para estimular grande amor à humildade para, assim, vencer o mal. 

Dom Bosco também teve a graça de sonhar com o Céu. Descubra como é o céu segundo os sonhos dele.

Os dois pilares que sustentam a Igreja

O santo relata que viu uma batalha marítima numericamente desigual: inúmeras embarcações contra um único e grande navio e um comandante. No entanto, apesar de frequentemente atingido, jamais era derrotado. E isso só era possível porque se segurava em duas colunas, uma mais alta do que a outra. Na mais alta, se encontrava uma hóstia e o inscrito “Salus credentium” (salvação dos crentes). Na mais baixa, havia uma estátua da Imaculada com o inscrito “Auxilium Christianorum” (Auxílio dos Cristãos). 

O navio, claramente, é uma referência à Igreja. O comandante do barco foi descrito como o Papa. E as colunas são as duas devoções que seguramente salvarão todos os tripulantes dos mais diversos ataques do mundo: o Santíssimo Sacramento e a grande Mãe de Deus, Maria Santíssima. Algo que podemos dizer que é mais que real. É algo necessário. 

representação de um dos sonhos de dom bosco, duas colunas.
Representação do sonho de Dom Bosco. Crédito da imagem: Jovens da Cruz.

Que tal rezar a Novena a Dom Bosco?

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

    Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.

    Redação MBC

    O maior clube de leitores católicos do Brasil.

    Garanta seu box

    Imagine por um instante ter a possibilidade de compreender realidades espirituais com a clareza de uma visão. Assim foi apresentado a São João Bosco vários aspectos sobrenaturais. Os novíssimos, os pilares que sustentam a Igreja e até mesmo um sonho com o nosso próprio país fazem parte do “acervo” de sonhos que permearam a vida do santo italiano. Iremos viajar pelos sonhos de Dom Bosco, que tão frutíferos foram e continuam sendo para a nossa fé. 

    Quem foi Dom Bosco?

    Em 16 de agosto de 1815 nascia, na Itália, João Melchior Bosco. Vindo de família muito pobre, perdeu o pai cedo, quando tinha apenas dois anos. Criado pela mãe, mulher piedosa, logo cedo, quando contou seu desejo de virar sacerdote, ouviu dela: “Se você quer ser padre para ser rico, não vou visitá-lo, pois nasci na pobreza e nela quero morrer”. 

    Sua vida sacerdotal foi marcada pelo apostolado junto aos jovens (motivo que iremos contar em um dos sonhos!). Em 1859 fundou a Congregação dos Salesianos, sob a proteção de São Francisco de Sales

    Em 1888, após uma vida inteira dedicada à conversão das almas (seu lema era “Dai-me as almas e ficai com o resto”), partiu para junto do Pai. Foi beatificado e canonizado por Pio XI em 1929 e em 1934, respectivamente. 

    Leia mais sobre a vida de Dom Bosco.

    O que são os sonhos de Dom Bosco?

    Apesar de tecnicamente suficiente, sua vida não foi marcada apenas pelo apostolado no meio dos jovens. Dom Bosco tinha uma veia mística típica dos grandes santos. E parte dessa característica era evidenciada por seus sonhos que, no caso, era sua forma humilde de denominar as visões sobrenaturais que tinha.  

    São descritos mais de 170 sonhos ao longo da vida, sendo que alguns ganharam mais destaque, os quais iremos conversar separadamente. Eram recheados de símbolos e de significados, indo desde profecias a explicações de realidades espirituais. Alguns deles, inclusive, só sabemos com detalhes por causa do Papa Pio IX, que pediu a Dom Bosco que os detalhasse para o bem de sua Congregação e dos fiéis.  

    Há uma vasta literatura que compila e ajuda na interpretação de tais sonhos, sendo parte integral do legado do santo. Podemos considerar, portanto, um “doce espiritual” dado por Deus a Dom Bosco e, consequentemente, a nós. 

    Os principais sonhos de Dom Bosco

    O sonho dos 9 anos

    O primeiro sonho foi aos 9 (sim, nove!) anos de idade. A descrição é a seguinte:

    “Pareceu-me estar perto de casa. Numa área bastante espaçosa onde uma multidão de meninos estava a brincar. […] Não poucos blasfemavam. Ao ouvir as blasfêmias, lancei-me de pronto no meio deles, tentando, com socos e palavras, fazê-los calar. Neste momento apareceu um homem […] nobremente vestido. Seu rosto era tão luminoso que não conseguia fitá-lo. Chamou-me pelo nome. […] Não é com pancadas, mas com a mansidão e a caridade que deverás ganhar esses teus amigos”

    O sonho continua, com o aparecimento de uma senhora de aspecto majestoso, dita a mãe do homem nobremente vestido. Ela diz a Dom Bosco que é nesse meio que deve trabalhar. 

    Apenas conhecemos com detalhes essa visão por pedido do Papa Pio XI e se trata da prefiguração de toda obra que Dom Bosco viria a desenvolver durante sua vida. É extraordinário pensar que isso estava claro antes mesmo da adolescência! 

    Dom Bosco e o sonho de Brasília

    Dom Bosco jamais veio à América do Sul. Porém, teve uma visão onde visitava o continente, vislumbrado com as riquezas naturais.

    Relata que

    “Entre os graus 15 e 20, havia uma enseada bastante larga que partia de um ponto onde se formava um lago. Disse então uma voz repetidamente: – Quando se vierem a escavar as minas escondidas no meio destes montes, aparecerá aqui a terra prometida, de onde jorrará leite e mel. Será uma riqueza inconcebível”. 

    Esses paralelos caem exatamente na área de Brasília, que ainda não existia. Esse é o motivo pelo qual o sonho é considerado profético e também o motivo pelo qual Dom Bosco é o co-padroeiro de Brasília. 

    Curiosamente, os Salesianos foram os primeiros a estarem na construção da capital federal. 

    vista aérea da cidade de Brasília, profetizada nos sonhos de dom bosco.
    Vista aérea da capital federal, Brasília.

    Você sabe como são escolhidos os padroeiros de uma cidade, Estado ou país? Confira neste artigo.

    O sonho de Dom Bosco no inferno

    Um dos sonhos mais intensos foi uma visita ao inferno, onde o santo assistiu a uma reunião de demônios. O intuito da reunião? Destruir a Congregação Salesiana. Dessa forma, os demônios vão propondo pecados como a base da estratégia. Porém, nunca chegam ao consenso, pois entendem que Dom Bosco formou muito bem seus filhos contra esses pecados. 

    Ou seja, pensavam na luxúria e desistiam, pois entendiam que os salesianos eram amantes da castidade e da pureza. Pensavam na gula e desistiam, pois entendiam que eram também amantes da temperança. 

    Assim o foi até que um demônio sugeriu o orgulho. Nesse momento, Dom Bosco acordou. Com isso ele entendeu que era o maior perigo para seus filhos. Afinal, os anjos, seres de elevadíssima natureza, caíram pelo orgulho

    Usou disso para estimular grande amor à humildade para, assim, vencer o mal. 

    Dom Bosco também teve a graça de sonhar com o Céu. Descubra como é o céu segundo os sonhos dele.

    Os dois pilares que sustentam a Igreja

    O santo relata que viu uma batalha marítima numericamente desigual: inúmeras embarcações contra um único e grande navio e um comandante. No entanto, apesar de frequentemente atingido, jamais era derrotado. E isso só era possível porque se segurava em duas colunas, uma mais alta do que a outra. Na mais alta, se encontrava uma hóstia e o inscrito “Salus credentium” (salvação dos crentes). Na mais baixa, havia uma estátua da Imaculada com o inscrito “Auxilium Christianorum” (Auxílio dos Cristãos). 

    O navio, claramente, é uma referência à Igreja. O comandante do barco foi descrito como o Papa. E as colunas são as duas devoções que seguramente salvarão todos os tripulantes dos mais diversos ataques do mundo: o Santíssimo Sacramento e a grande Mãe de Deus, Maria Santíssima. Algo que podemos dizer que é mais que real. É algo necessário. 

    representação de um dos sonhos de dom bosco, duas colunas.
    Representação do sonho de Dom Bosco. Crédito da imagem: Jovens da Cruz.

    Que tal rezar a Novena a Dom Bosco?

    Redação MBC

    O maior clube de leitores católicos do Brasil.

    Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

      Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.