Formação

A vida de Dom Bosco

Você sabe quem foi Dom Bosco? Conheça a vida deste santo que se dedicou a evangelização da juventude e deixou um grande legado educacional.

A vida de Dom Bosco
Formação

A vida de Dom Bosco

Você sabe quem foi Dom Bosco? Conheça a vida deste santo que se dedicou a evangelização da juventude e deixou um grande legado educacional.

Data da Publicação: 18/01/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação MBC
Data da Publicação: 18/01/2024
Tempo de leitura:
Autor: Redação MBC

Você sabe quem foi Dom Bosco? Conheça a vida deste santo que se dedicou à evangelização da juventude e deixou um grande legado educacional.

São João Bosco é um modelo de santidade e de virtude para todos os católicos. Ele perdeu seu pai muito cedo e viveu no contexto conturbado da industrialização do século XIX. No entanto, destaca-se por seu apostolado de amor à juventude, sendo um bálsamo para os jovens de sua época, de modo que a luz da sua santidade se estende até hoje.

Neste artigo, você vai conhecer a vida deste grande santo que dedicou uma vida inteira à salvação dos jovens. Além disso, está entre os grandes fundadores dos Institutos religiosos da Igreja. Confira os principais aspectos de sua vida e conheça o grande legado educacional deixado por Dom Bosco.

Que tal iniciar a novena de São João Bosco?

Quem foi Dom Bosco?

São João Bosco, um sacerdote católico italiano do século XIX, destacou-se desde a infância por sua notável memória e ardente desejo de conhecimento. Seu profundo anseio pela evangelização e educação da juventude, evidenciado desde criança especialmente por meio de sonhos proféticos, impulsionou-o a dedicar-se incansavelmente aos jovens até seu último suspiro.

Movido por uma paixão genuína pelos jovens e alimentado por seu amor a Deus e sua devoção à Virgem Santíssima, São João Bosco consagrou toda sua vida à conversão e educação da juventude. Seu legado transcendeu fronteiras, fundando congregações, escolas, missões e orfanatos em todo o mundo. Hoje, São João Bosco é reconhecido como o padroeiro da juventude, devido ao seu impacto duradouro na educação e formação dos jovens.

Quando é o dia de Dom Bosco?

A Igreja Católica celebra a memória de São João Bosco no dia 31 de janeiro. Nesta data recordamos e celebramos a vida e as obras deste santo que tanto se dedicou à evangelização e à educação dos jovens.

Os principais episódios da vida de Dom Bosco

Nascimento e infância 

Nascido em 16 de agosto de 1815, em Becchi, uma localidade a noroeste da Itália, São João Bosco teve um início humilde em uma família de camponeses. Seu pai, Francesco, faleceu de pneumonia quando João Bosco tinha apenas dois anos, deixando para trás sua mãe, Margarida Occhiena, viúva e responsável por criar os filhos.

Desde cedo a inteligência deste grande santo era notável. No entanto, enfrentava dificuldades com seu meio-irmão, Antônio, que menosprezava o conhecimento. Sendo assim, João Bosco foi forçado a deixar sua casa, e a sua mãe, Margarida, encontrou-lhe um emprego como garçom na Casa de Campo Moglia.

Apesar das dificuldades, João Bosco, que já havia feito sua Primeira Comunhão, cativava seus contemporâneos com sua expressiva devoção a Jesus, usando uma linguagem envolvente, depois de apresentar suas habilidades em jogos e acrobacias aprendidos no circo.

Sonhos proféticos 

São João Bosco é amplamente reconhecido por seus sonhos proféticos, que desempenharam um papel fundamental na sua vida e missão. O mais notável foi o sonho que teve aos 9 anos, onde viu-se em meio a uma multidão de meninos indisciplinados que blasfemavam contra Deus.

Em primeiro lugar, João Bosco reagiu com violência, tentando detê-los com tapas e socos. No entanto, Nossa Senhora apareceu, orientando-o a converter os jovens ensinando sobre a beleza da virtude e a feiura do pecado.

Neste sonho profético, o santo recebe a missão de guiar os meninos com bondade e amor, o que influenciou totalmente seu modo de evangelizar os jovens. Além disso, Dom Bosco teve muitos outros sonhos por meio dos quais Deus falou com ele.

É fato incontestável que Deus escolheu esse caminho dos sonhos para manifestar sua vontade a Dom Bosco, para avisá-lo dos perigos ou para comunicar-lhe as luzes necessárias ao seu apostolado. 1

Conheça como é o céu de acordo com os sonhos de Dom Bosco.

Evangelização da juventude 

Sem dúvida, São João Bosco recebeu de Deus uma atração especial pela juventude e, com todo esforço que podia despender, trabalhou pelos jovens. Este santo dedicou a sua vida pela evangelização da juventude. Desde criança já deseja ser padre para cuidar dos outros, sobretudo dos jovens— um anseio que cresceu ainda mais depois de seu sonho aos 9 anos.

Sendo assim, a evangelização da juventude foi o cerne da missão de São João Bosco. Sua abordagem pastoral era abrangente, visando não apenas a formação espiritual, mas também a educação e a orientação profissional dos jovens. Ao fundar escolas, oratórios e centros de formação, ele proporcionou um ambiente onde os jovens poderiam ser guiados na fé e, ao mesmo tempo, preparados para os desafios práticos da vida.

JMJ 2023, da qual Dm Bosco foi patrono.
Jornada Mundial da Juventude 2023, em Lisboa, da qual Dom Bosco foi um dos patronos.

Morte

São João Bosco faleceu em 31 de janeiro de 1888, encerrando uma vida dedicada ao serviço religioso e à educação da juventude. Em seus últimos momentos, ele reforçou sua profunda confiança na Eucaristia e na proteção da Virgem Maria.

Três dias antes de morrer, quase às portas da agonia, balbuciou ainda aos discípulos:
“No púlpito e nas conversas insistam sobre a devoção à Nossa Senhora e sobre a comunhão frequente”. 2

O legado espiritual e educacional de Dom Bosco

Fundação da Sociedade de São Francisco de Sales (Salesianos)

A Sociedade de São Francisco de Sales, conhecida como Salesianos, foi fundada por São João Bosco em 1859. Buscando educar e evangelizar os jovens, sobretudo os mais pobres e em situações de risco, Dom Bosco adotou uma abordagem baseada na doçura, na paciência e na caridade de São Francisco de Sales.

Para lidar com os jovens, Dom Bosco utilizava o método preventivo, que consiste na presença ativa e amigável da autoridade na vida dos jovens, a fim de criar um ambiente acolhedor e próximo, construindo uma relação de confiança e amizade — assim como Dom Bosco fazia com seus meninos. 

Ele não apenas incentivava os programas esportivos, mas também jogava e se divertia com seus jovens, além de evangelizá-los. Este envolvimento pessoal ajudou a criar um ambiente acolhedor e próximo, construindo uma relação de confiança e amizade. 

Com essa fundação, São João Bosco concretiza e espalha pelo mundo o seu ardente desejo de evangelizar a juventude — o que já fazia há muito tempo:

Atrair as almas com a bondade, o sacrifício, a compenetração dos corações, a efusão da alegria cristã, para podê-las levar a Deus com toda a naturalidade num segundo momento […] 3
dom bosco fundador dos salesianos

Fundação da Congregação das Filhas de Maria Auxiliadora

As Filhas de Maria Auxiliadora tiveram origens modestas em Mornese, Piemonte, com Madre Maria Mazzarello liderando a iniciativa. Em primeiro lugar, a ideia era ensinar corte e costura para jovens da vila, refletindo a visão de educar e orientar espiritualmente as meninas. Inspirado a atender às necessidades das meninas e atendendo aos apelos da Providência Divina, Dom Bosco viu a criação desse ramo feminino como uma extensão natural de sua obra voltada para os meninos.

Eram apenas catorze, em 1872, quando tomara o hábito da Sociedade, mas depois as Filhas de Maria Auxiliadora cresceram extraordinariamente, estabelecendo-se em mais de 200 dioceses ao redor do mundo, com mais de 18.000 membros e quase 1.500 casas. A expansão desta congregação reflete seu compromisso contínuo com a educação e o serviço à juventude, seguindo as constituições estabelecidas por Dom Bosco e aprovadas por Roma em 1906.

Ao longo dos anos, as Salesianas diversificaram suas obras caritativas, abrangendo desde escolas e orfanatos até missões e apoio a leprosos. Mantendo-se fiéis ao ideal de lutar pela juventude, as religiosas utilizavam as ferramentas do Evangelho, da bondade cativante e da atenção diligente. Esta é uma expressão viva do legado duradouro de São João Bosco e de sua confiança na Virgem Maria Auxiliadora.

Obra educacional

A obra educativa de Dom Bosco teve sempre como objetivo central “manter viva a vida de Deus no íntimo das almas.” 4 Seu método preventivo, baseado na razão, na religião e na amabilidade, visava formar “bons cristãos e honestos cidadãos”. 

Sendo assim, Dom Bosco ensinava os seus jovens a nutrir uma vida divina por meio dos sacramentos e a conservar a amizade com Deus. Seu desejo ardente de evangelizar os jovens espalhou-se por todo o mundo através de oratórios, escolas e centros de formação profissional para jovens, especialmente aqueles em situações mais vulneráveis.

Os oratórios ofereciam um ambiente acolhedor, combinando educação formal, atividades recreativas e instrução religiosa. As escolas salesianas expandiram-se globalmente, proporcionando educação e oportunidades de desenvolvimento integral, e os centros de formação profissional capacitavam os jovens para o trabalho. 

São João Bosco dedicou-se a promover valores éticos, habilidades práticas e uma fé sólida. Assim, deixou um legado duradouro na educação e no cuidado pastoral dos jovens.

Conhecer a vida dos santos é sempre um impulso para buscarmos uma vida semelhante. Que tal conhecer um plano prático para caminhar Rumo à Santidade em 2024?

Canonização e devoção

A canonização de São João Bosco, ocorrida em 1º de abril de 1934, reconheceu oficialmente sua santidade. A rápida difusão da sua devoção pode ser atribuída à eficácia de suas práticas educacionais e ao testemunho de sua vida dedicada aos jovens.

Além disso, os salesianos desempenharam um papel fundamental na propagação da devoção a São João Bosco, compartilhando sua vida e seus ensinamentos. A popularidade do santo cresceu sobretudo entre educadores, jovens e fiéis em geral, que buscavam sua intercessão para questões educacionais, familiares e espirituais.

A instituição da festa litúrgica em sua honra, em 31 de janeiro, solidificou seu lugar no calendário católico. A canonização impulsionou a devoção, resultando em peregrinações a lugares associados a sua vida, como Turim, onde está sepultado. Além disso, relíquias, biografias e testemunhos de graças alcançadas também fortaleceram a devoção a este grande santo.

Hoje, a devoção a São João Bosco continua a crescer, com inúmeras instituições educacionais, paróquias e movimentos apostólicos dedicados a ele. Seu legado perdura, consolidando-o como um modelo de santidade e defensor incansável da juventude.

túmulo de dom bosco

Você sabe como funciona um processo de canonização?

Dom Bosco, o padroeiro dos jovens 

São João Bosco prometera a Deus que até seu último suspiro seria para os jovens — e assim foi. Ele dedicou toda a sua vida a cuidar dos seus meninos e evangelizá-los, o que se reflete até hoje no legado educacional que deixou. No centenário de sua morte, em 1988, recebeu a distinção de “pai e mestre da juventude” por São João Paulo II.

Eram horas dedicadas à confissão, à educação e também ao divertimento saudável de seus filhos espirituais.

No fim, Dom Bosco, do alto de uma pequena elevação de terreno, dava os avisos para a semana, fazia um sermãozinho e entoava, para concluir aquela função religiosa ao ar livre, as ladainhas de Nossa Senhora. Em seguida, recomeçavam com mais entusiasmo ainda os jogos de competições esportivas até o escurecer. 5

São João Bosco foi, portanto, um incansável defensor da dignidade e da conversão dos jovens. Inclusive, em meio a um contexto marcado pelos avanços industriais e injustiças sociais, este grande santo destacou-se ao transmitir a fé católica e ao combater as injustiças sem comprometer sua integridade, ou seja, sem ceder a ideologias contrárias aos ensinamentos de Cristo.

Confira algumas frases de São João Paulo II para os jovens.

Um livro para conhecer mais sobre a vida de Dom Bosco

Se você gostou de conhecer a história de Dom Bosco e deseja se aprofundar mais na biografia deste santo, temos uma dica especial para você. A obra escrita por Augustine Auffray sobre a vida de São João Bosco é uma oportunidade única para os leitores explorarem com profundidade e autenticidade a vida do padroeiro da juventude.

O autor, com maestria, conduz os leitores por uma narrativa envolvente que vai além dos registros históricos, capturando a essência deste santo e grande educador do século XIX. Além disso, a obra não negligencia nenhum aspecto relevante da vida de Dom Bosco. Ao contrário, explora minuciosamente como ele lidava com os jovens: sua abordagem única e eficaz na educação, assim como na formação espiritual.

A obra explora ainda a vida de oração de Dom Bosco, permitindo ao leitor compreender não apenas suas ações externas, mas também sua profunda espiritualidade. São mais de 500 páginas dedicadas à vida e obra do santo que deixou um enorme legado caritativo e educacional na história.

Este livro está disponível na loja exclusiva para membros do clube. Garanta o seu exemplar aqui.

Referências

  1. Auffray, Augustin Fernand, Dom Bosco. Tradução: D. João Resende Costa. — Dois Irmãos, RS: Minha Biblioteca Católica, 2018. p.481[]
  2. Auffray, Augustin Fernand, Dom Bosco. Tradução: D. João Resende Costa. — Dois Irmãos, RS: Minha Biblioteca Católica, 2018. p.357[]
  3. Auffray, Augustin Fernand, Dom Bosco. Tradução: D. João Resende Costa. — Dois Irmãos, RS: Minha Biblioteca Católica, 2018. p.188[]
  4. Auffray, Augustin Fernand, Dom Bosco. Tradução: D. João Resende Costa. — Dois Irmãos, RS: Minha Biblioteca Católica, 2018. p.367[]
  5. Auffray, Augustin Fernand, Dom Bosco. Tradução: D. João Resende Costa. — Dois Irmãos, RS: Minha Biblioteca Católica, 2018. p.104[]

Redação MBC

O maior clube de leitores católicos do Brasil.

Garanta seu box

Você sabe quem foi Dom Bosco? Conheça a vida deste santo que se dedicou à evangelização da juventude e deixou um grande legado educacional.

São João Bosco é um modelo de santidade e de virtude para todos os católicos. Ele perdeu seu pai muito cedo e viveu no contexto conturbado da industrialização do século XIX. No entanto, destaca-se por seu apostolado de amor à juventude, sendo um bálsamo para os jovens de sua época, de modo que a luz da sua santidade se estende até hoje.

Neste artigo, você vai conhecer a vida deste grande santo que dedicou uma vida inteira à salvação dos jovens. Além disso, está entre os grandes fundadores dos Institutos religiosos da Igreja. Confira os principais aspectos de sua vida e conheça o grande legado educacional deixado por Dom Bosco.

Que tal iniciar a novena de São João Bosco?

Quem foi Dom Bosco?

São João Bosco, um sacerdote católico italiano do século XIX, destacou-se desde a infância por sua notável memória e ardente desejo de conhecimento. Seu profundo anseio pela evangelização e educação da juventude, evidenciado desde criança especialmente por meio de sonhos proféticos, impulsionou-o a dedicar-se incansavelmente aos jovens até seu último suspiro.

Movido por uma paixão genuína pelos jovens e alimentado por seu amor a Deus e sua devoção à Virgem Santíssima, São João Bosco consagrou toda sua vida à conversão e educação da juventude. Seu legado transcendeu fronteiras, fundando congregações, escolas, missões e orfanatos em todo o mundo. Hoje, São João Bosco é reconhecido como o padroeiro da juventude, devido ao seu impacto duradouro na educação e formação dos jovens.

Quando é o dia de Dom Bosco?

A Igreja Católica celebra a memória de São João Bosco no dia 31 de janeiro. Nesta data recordamos e celebramos a vida e as obras deste santo que tanto se dedicou à evangelização e à educação dos jovens.

Os principais episódios da vida de Dom Bosco

Nascimento e infância 

Nascido em 16 de agosto de 1815, em Becchi, uma localidade a noroeste da Itália, São João Bosco teve um início humilde em uma família de camponeses. Seu pai, Francesco, faleceu de pneumonia quando João Bosco tinha apenas dois anos, deixando para trás sua mãe, Margarida Occhiena, viúva e responsável por criar os filhos.

Desde cedo a inteligência deste grande santo era notável. No entanto, enfrentava dificuldades com seu meio-irmão, Antônio, que menosprezava o conhecimento. Sendo assim, João Bosco foi forçado a deixar sua casa, e a sua mãe, Margarida, encontrou-lhe um emprego como garçom na Casa de Campo Moglia.

Apesar das dificuldades, João Bosco, que já havia feito sua Primeira Comunhão, cativava seus contemporâneos com sua expressiva devoção a Jesus, usando uma linguagem envolvente, depois de apresentar suas habilidades em jogos e acrobacias aprendidos no circo.

Sonhos proféticos 

São João Bosco é amplamente reconhecido por seus sonhos proféticos, que desempenharam um papel fundamental na sua vida e missão. O mais notável foi o sonho que teve aos 9 anos, onde viu-se em meio a uma multidão de meninos indisciplinados que blasfemavam contra Deus.

Em primeiro lugar, João Bosco reagiu com violência, tentando detê-los com tapas e socos. No entanto, Nossa Senhora apareceu, orientando-o a converter os jovens ensinando sobre a beleza da virtude e a feiura do pecado.

Neste sonho profético, o santo recebe a missão de guiar os meninos com bondade e amor, o que influenciou totalmente seu modo de evangelizar os jovens. Além disso, Dom Bosco teve muitos outros sonhos por meio dos quais Deus falou com ele.

É fato incontestável que Deus escolheu esse caminho dos sonhos para manifestar sua vontade a Dom Bosco, para avisá-lo dos perigos ou para comunicar-lhe as luzes necessárias ao seu apostolado. 1

Conheça como é o céu de acordo com os sonhos de Dom Bosco.

Evangelização da juventude 

Sem dúvida, São João Bosco recebeu de Deus uma atração especial pela juventude e, com todo esforço que podia despender, trabalhou pelos jovens. Este santo dedicou a sua vida pela evangelização da juventude. Desde criança já deseja ser padre para cuidar dos outros, sobretudo dos jovens— um anseio que cresceu ainda mais depois de seu sonho aos 9 anos.

Sendo assim, a evangelização da juventude foi o cerne da missão de São João Bosco. Sua abordagem pastoral era abrangente, visando não apenas a formação espiritual, mas também a educação e a orientação profissional dos jovens. Ao fundar escolas, oratórios e centros de formação, ele proporcionou um ambiente onde os jovens poderiam ser guiados na fé e, ao mesmo tempo, preparados para os desafios práticos da vida.

JMJ 2023, da qual Dm Bosco foi patrono.
Jornada Mundial da Juventude 2023, em Lisboa, da qual Dom Bosco foi um dos patronos.

Morte

São João Bosco faleceu em 31 de janeiro de 1888, encerrando uma vida dedicada ao serviço religioso e à educação da juventude. Em seus últimos momentos, ele reforçou sua profunda confiança na Eucaristia e na proteção da Virgem Maria.

Três dias antes de morrer, quase às portas da agonia, balbuciou ainda aos discípulos:
“No púlpito e nas conversas insistam sobre a devoção à Nossa Senhora e sobre a comunhão frequente”. 2

O legado espiritual e educacional de Dom Bosco

Fundação da Sociedade de São Francisco de Sales (Salesianos)

A Sociedade de São Francisco de Sales, conhecida como Salesianos, foi fundada por São João Bosco em 1859. Buscando educar e evangelizar os jovens, sobretudo os mais pobres e em situações de risco, Dom Bosco adotou uma abordagem baseada na doçura, na paciência e na caridade de São Francisco de Sales.

Para lidar com os jovens, Dom Bosco utilizava o método preventivo, que consiste na presença ativa e amigável da autoridade na vida dos jovens, a fim de criar um ambiente acolhedor e próximo, construindo uma relação de confiança e amizade — assim como Dom Bosco fazia com seus meninos. 

Ele não apenas incentivava os programas esportivos, mas também jogava e se divertia com seus jovens, além de evangelizá-los. Este envolvimento pessoal ajudou a criar um ambiente acolhedor e próximo, construindo uma relação de confiança e amizade. 

Com essa fundação, São João Bosco concretiza e espalha pelo mundo o seu ardente desejo de evangelizar a juventude — o que já fazia há muito tempo:

Atrair as almas com a bondade, o sacrifício, a compenetração dos corações, a efusão da alegria cristã, para podê-las levar a Deus com toda a naturalidade num segundo momento […] 3
dom bosco fundador dos salesianos

Fundação da Congregação das Filhas de Maria Auxiliadora

As Filhas de Maria Auxiliadora tiveram origens modestas em Mornese, Piemonte, com Madre Maria Mazzarello liderando a iniciativa. Em primeiro lugar, a ideia era ensinar corte e costura para jovens da vila, refletindo a visão de educar e orientar espiritualmente as meninas. Inspirado a atender às necessidades das meninas e atendendo aos apelos da Providência Divina, Dom Bosco viu a criação desse ramo feminino como uma extensão natural de sua obra voltada para os meninos.

Eram apenas catorze, em 1872, quando tomara o hábito da Sociedade, mas depois as Filhas de Maria Auxiliadora cresceram extraordinariamente, estabelecendo-se em mais de 200 dioceses ao redor do mundo, com mais de 18.000 membros e quase 1.500 casas. A expansão desta congregação reflete seu compromisso contínuo com a educação e o serviço à juventude, seguindo as constituições estabelecidas por Dom Bosco e aprovadas por Roma em 1906.

Ao longo dos anos, as Salesianas diversificaram suas obras caritativas, abrangendo desde escolas e orfanatos até missões e apoio a leprosos. Mantendo-se fiéis ao ideal de lutar pela juventude, as religiosas utilizavam as ferramentas do Evangelho, da bondade cativante e da atenção diligente. Esta é uma expressão viva do legado duradouro de São João Bosco e de sua confiança na Virgem Maria Auxiliadora.

Obra educacional

A obra educativa de Dom Bosco teve sempre como objetivo central “manter viva a vida de Deus no íntimo das almas.” 4 Seu método preventivo, baseado na razão, na religião e na amabilidade, visava formar “bons cristãos e honestos cidadãos”. 

Sendo assim, Dom Bosco ensinava os seus jovens a nutrir uma vida divina por meio dos sacramentos e a conservar a amizade com Deus. Seu desejo ardente de evangelizar os jovens espalhou-se por todo o mundo através de oratórios, escolas e centros de formação profissional para jovens, especialmente aqueles em situações mais vulneráveis.

Os oratórios ofereciam um ambiente acolhedor, combinando educação formal, atividades recreativas e instrução religiosa. As escolas salesianas expandiram-se globalmente, proporcionando educação e oportunidades de desenvolvimento integral, e os centros de formação profissional capacitavam os jovens para o trabalho. 

São João Bosco dedicou-se a promover valores éticos, habilidades práticas e uma fé sólida. Assim, deixou um legado duradouro na educação e no cuidado pastoral dos jovens.

Conhecer a vida dos santos é sempre um impulso para buscarmos uma vida semelhante. Que tal conhecer um plano prático para caminhar Rumo à Santidade em 2024?

Canonização e devoção

A canonização de São João Bosco, ocorrida em 1º de abril de 1934, reconheceu oficialmente sua santidade. A rápida difusão da sua devoção pode ser atribuída à eficácia de suas práticas educacionais e ao testemunho de sua vida dedicada aos jovens.

Além disso, os salesianos desempenharam um papel fundamental na propagação da devoção a São João Bosco, compartilhando sua vida e seus ensinamentos. A popularidade do santo cresceu sobretudo entre educadores, jovens e fiéis em geral, que buscavam sua intercessão para questões educacionais, familiares e espirituais.

A instituição da festa litúrgica em sua honra, em 31 de janeiro, solidificou seu lugar no calendário católico. A canonização impulsionou a devoção, resultando em peregrinações a lugares associados a sua vida, como Turim, onde está sepultado. Além disso, relíquias, biografias e testemunhos de graças alcançadas também fortaleceram a devoção a este grande santo.

Hoje, a devoção a São João Bosco continua a crescer, com inúmeras instituições educacionais, paróquias e movimentos apostólicos dedicados a ele. Seu legado perdura, consolidando-o como um modelo de santidade e defensor incansável da juventude.

túmulo de dom bosco

Você sabe como funciona um processo de canonização?

Dom Bosco, o padroeiro dos jovens 

São João Bosco prometera a Deus que até seu último suspiro seria para os jovens — e assim foi. Ele dedicou toda a sua vida a cuidar dos seus meninos e evangelizá-los, o que se reflete até hoje no legado educacional que deixou. No centenário de sua morte, em 1988, recebeu a distinção de “pai e mestre da juventude” por São João Paulo II.

Eram horas dedicadas à confissão, à educação e também ao divertimento saudável de seus filhos espirituais.

No fim, Dom Bosco, do alto de uma pequena elevação de terreno, dava os avisos para a semana, fazia um sermãozinho e entoava, para concluir aquela função religiosa ao ar livre, as ladainhas de Nossa Senhora. Em seguida, recomeçavam com mais entusiasmo ainda os jogos de competições esportivas até o escurecer. 5

São João Bosco foi, portanto, um incansável defensor da dignidade e da conversão dos jovens. Inclusive, em meio a um contexto marcado pelos avanços industriais e injustiças sociais, este grande santo destacou-se ao transmitir a fé católica e ao combater as injustiças sem comprometer sua integridade, ou seja, sem ceder a ideologias contrárias aos ensinamentos de Cristo.

Confira algumas frases de São João Paulo II para os jovens.

Um livro para conhecer mais sobre a vida de Dom Bosco

Se você gostou de conhecer a história de Dom Bosco e deseja se aprofundar mais na biografia deste santo, temos uma dica especial para você. A obra escrita por Augustine Auffray sobre a vida de São João Bosco é uma oportunidade única para os leitores explorarem com profundidade e autenticidade a vida do padroeiro da juventude.

O autor, com maestria, conduz os leitores por uma narrativa envolvente que vai além dos registros históricos, capturando a essência deste santo e grande educador do século XIX. Além disso, a obra não negligencia nenhum aspecto relevante da vida de Dom Bosco. Ao contrário, explora minuciosamente como ele lidava com os jovens: sua abordagem única e eficaz na educação, assim como na formação espiritual.

A obra explora ainda a vida de oração de Dom Bosco, permitindo ao leitor compreender não apenas suas ações externas, mas também sua profunda espiritualidade. São mais de 500 páginas dedicadas à vida e obra do santo que deixou um enorme legado caritativo e educacional na história.

Este livro está disponível na loja exclusiva para membros do clube. Garanta o seu exemplar aqui.

Referências

  1. Auffray, Augustin Fernand, Dom Bosco. Tradução: D. João Resende Costa. — Dois Irmãos, RS: Minha Biblioteca Católica, 2018. p.481[]
  2. Auffray, Augustin Fernand, Dom Bosco. Tradução: D. João Resende Costa. — Dois Irmãos, RS: Minha Biblioteca Católica, 2018. p.357[]
  3. Auffray, Augustin Fernand, Dom Bosco. Tradução: D. João Resende Costa. — Dois Irmãos, RS: Minha Biblioteca Católica, 2018. p.188[]
  4. Auffray, Augustin Fernand, Dom Bosco. Tradução: D. João Resende Costa. — Dois Irmãos, RS: Minha Biblioteca Católica, 2018. p.367[]
  5. Auffray, Augustin Fernand, Dom Bosco. Tradução: D. João Resende Costa. — Dois Irmãos, RS: Minha Biblioteca Católica, 2018. p.104[]

Assine nossa newsletter com conteúdos exclusivos

    Ao clicar em quero assinar você declara aceita receber conteúdos em seu email e concorda com a nossa política de privacidade.